Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

NVIDIA CANCELA O GEFORCE PARTNER PROGRAM (GPP) PARA ´EVITAR DESINFORMAÇÕES E DISTRAÇÕES´

07/05/2018

/
 
 

Depois de muita polêmica, rumores, conjecturas e falta de pronunciamentos sobre o GPP (GeForce Partner Program), a Nvidia decidiu encerrar o programa completamente. É isso que a empresa diz em post assinado por John Teeple no blog oficial da marca.

Muito foi dito recentemente a respeito do nosso GeForce Partner Program. Os rumores, conjecturas e inverdades vão muito além de suas intenções. Em vez de lutar contra desinformações, nós decidimos cancelar o programa.

As críticas ao GPP começaram depois de um extenso artigo de Kyle Bennet, da HardOCP. O repórter especializado na área de hardware trouxe algumas informações de suas fontes sobre o programa mais ou menos ao mesmo tempo em que ele começou a ser divulgado pela Nvidia, destacando uma principal polêmica sobre o GPP: a obrigatoriedade de empresas que entrarem na parceria a terem suas marcas gamer atreladas unicamente às placas de vídeo GeForce. Seria como, por exemplo, a Gigabyte só poder ter placas Nvidia em sua linha Aorus ou a Asus com a ROG, etc.

src=https://adrenaline.uol.com.br/admin/files/sysmidia/91Axxda4WC5Z1dY7yx0DZ0Y9DAaCwW/nvidia-encerra-gpp-oficial-1.jpg

 

A Nvidia se defendeu mais de uma vez sobre o assunto, destacando que as parceiras tinham total escolha de participar ou não do programa e informando também que elas nem precisariam usar suas marcas consagradas para exclusividade, podendo criar novas somente pra isso. Essas defesas apareceram novamente no post do blog anunciando o fim do GPP:

A maioria dos parceiros concordou. Eles são donos de suas marcas e o GPP não mudou isso. Eles decidem como eles querem fazer a promessa de seus produtos para os jogadores. Ainda assim, hoje estamos encerrando o GPP para evitar qualquer distração do trabalho super empolgante que estamos fazendo para trazer avanços incríveis ao PC gaming.

A empresa sempre defendeu que a maior intenção do GPP era oferecer transparência para o consumidor na compra de suas placas, atrelando sempre marcas específicas à GeForce, o cliente sempre saberia que está levando uma placa Nvidia quando compra determinada marca, por exemplo. Críticos do programa, como Bennet, no entanto, afirmavam que era uma maneira da Nvidia se aproveitar de sua enorme presença de mercado para diminuir a visibilidade de placas Radeon, que perderiam o marketing e o peso do nome de marcas gamer das fabricantes parceiras.
 
 
 
Fonte: Adrenaline 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar