Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

VULNERABILIDADE NO CHIP TEGRA X1 PERMITE QUE QUALQUER NINTENDO SWITCH SEJA HACKEADO

24/04/2018

 
 

Uma vulnerabilidade nos chips Tegra X1 T210 da Nvidia revelada ontem mostrou que qualquer Nintendo Switch pode ser hackeado para rodar códigos externos, o que abre uma grande porta para ações como customização e, também, a possibilidade de pirataria.

A vulnerabilidade em questão se dá por causa do Boot Rom, processo de recuperação de dispositivos equipados com Tegra X1. Segundo descrevem os hackers, o chip permite rodar códigos externos e não autorizados quando está no processo de recuperação.

Como se trata de um problema a nível de hardware, a Nintendo não pode consertar a vulnerabilidade sem trocar o processador. Além disso, é importante destacar que o erro não é exclusivo da dona do Switch, já que outras fabricantes também usam chips Tegra X1 em seus dispositivos, como a Google e a própria Nvidia.

No caso do Switch, a vulnerabilidade já apareceu sendo usada algumas vezes para rodar Linux no console e algumas soluções para facilitar o hack do video game já estão aparecendo. De acordo com os hackers que descobriram a vulnerabilidade, o uso do bug é indetectável e costuma não trazer problemas ao sistema original do console.

Atualmente, a Nintendo já possui cerca de 15 milhões de unidades do Switch vendidas, todas com o chip da Nvidia. As empresas que utilizam o Tegra X1 em seus produtos já foram notificadas sobre a vulnerabilidade. Logo, possivelmente teremos novidades sobre o assunto em um futuro próximo, como o lançamento de um Switch com hardware revisado.
 
 
 
Fonte: Adrenaline 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar