Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

STREAMING JÁ REPRESENTA 38% DO FATURAMENTO DA INDÚSTRIA MUSICAL

24/04/2018

Os serviços de streaming de músicas, como Spotify ou Apple Music, se tornaram a principal fonte de receitas das gravadoras, superando tanto as vendas físicas como os downloads, divulgou nesta terça, 24/4, a Federação Internacional da Indústria Fonográfica, ou IFPI na sigla em inglês.

Em 2017, o mercado da música cresceu 8% e faturou mundialmente US$ 17,3 bilhões (cerca de R$ 60 bilhões), sendo que as receitas baseadas em assinaturas de serviços de streaming representaram 38% do total, num salto dos 29% que essa receita específica representava um ano antes.

A China e a América Latina foram responsáveis pelos maiores crescimentos no mercado, com altas de 35,3% e 17,7%, respectivamente. A entidade lembra, no entanto, que as vendas da indústria da música, mesmo com os recentes crescimentos, seguem abaixo dos cerca de US$ 20 bilhões que o segmento faturou em 1999, ano do pico em receitas para o setor.
 
 
Fonte: Convergencia Digital 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar