Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

GRUPOS DE DEFESA DA INFÂNCIA DIZEM QUE YOUTUBE ESTÁ COLETANDO DADOS DE CRIANÇAS ILEGALMENTE

10/04/2018

Vinte e três grupos de defesa da privacidade e de defesa das crianças registraram uma queixa na Comissão Federal de Comércio dos EUA (FTC) contra o YouTube, alegando que a plataforma coleta ilegalmente dados de crianças. Os grupos, liderados pela Campanha para uma Infância Livre de Comerciais (CCFC, na sigla em inglês), alegam que o YouTube está violando a Lei de Proteção à Privacidade Online para Crianças (COPPA), coletando dados de crianças menores de 13 anos sem a permissão dos pais.

“É fundamentalmente injusto usar a poderosa mira comportamental do Google em uma criança que ainda não entende o que está acontecendo”, disse Josh Golin, diretor executivo da CCFC, ao Gizmodo.

A COPPA exige que as plataformas “informem os pais sobre suas práticas de coleta de dados e obtenham consentimento verificável dos pais antes de coletar os dados”. Mas, como Golin argumenta, o YouTube viola a COPPA porque não diferencia entre os vídeos comercializados para crianças e o restante do site . Ele coleta dados de publicidade segmentada de todos os vídeos na plataforma, mesmo que eles sejam claramente comercializados para crianças. Os dados que o YouTube coleta dos usuários, incluindo o histórico de exibição, as informações do dispositivo e até o local, são usados para segmentar o conteúdo com o qual os usuários estão mais propensos a interagir.

Em um comunicado enviado ao Gizmodo, o YouTube negou as alegações da CFCC:

Estamos analisando a queixa e avaliaremos se há coisas que podemos fazer para melhorar. Proteger crianças e famílias sempre foi uma prioridade para nós. Como o YouTube não é para crianças, investimos significativamente na criação do aplicativo YouTube Kids para oferecer uma alternativa especificamente criada para crianças.

O YouTube exige que os usuários tenham pelo menos 13 anos de idade ao aderirem ao site e deixa claras as políticas de publicidade que impedem a coleta de dados de menores de 13 anos. A reclamação da CCFC, no entanto, observa que esse requisito de idade se aplica apenas aos usuários que criam uma conta. Desconectados de suas contas, usuários de qualquer idade podem assistir a vídeos (assim, potencialmente, tendo seus dados coletados) sem qualquer verificação de idade. Como Golin disse ao Gizmodo, a FTC decidirá, no fim das contas, se e em quanto vai multar o YouTube.

“A FTC estaria em seu direito de multar o Google em dezenas de bilhões de dólares”, afirmou Golin.
 
 
Fonte: Gizmodo 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar