Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

FACEBOOK GUARDOU TODOS OS VÍDEOS QUE VOCÊ DESISTIU DE POSTAR NA REDE

03/04/2018

Você por acaso já gravou um vídeo no Facebook para postar diretamente no mural de um amigo, apenas para descartá-lo e gravar uma nova versão em seguida? Você pode até achar que essa gravação de teste foi deletada, mas o Facebook manteve uma cópia. A companhia culpa um “bug” e jura que irá deletar esses vídeos descartados. E, desta vez, jura de pés juntos. 

Na semana passada, a New York Magazine publicou uma reportagem que mostrava como o Facebook estava mantendo os vídeos aparentemente deletados. A contínua existência dos vídeos não postados foi descoberta depois que diversos usuários baixaram seus arquivos pessoais do Facebook – e descobriram inúmeros vídeos que nunca foram publicados. Hoje, a Select All recebeu um pronunciamento da rede, e ela põe a culpa de todo esse problema em um “bug”:

Nós investigamos o problema que algumas pessoas estavam vendo antigos vídeos não postados quando acessaram suas informações com a nossa ferramenta. Nós descobrimos que um bug evitou que vídeos não postados fossem deletados. Nós estamos os deletando e pedimos desculpas pela inconveniência. Nós agradecemos à New York Magazine por ter nos alertado sobre esse problema.

Foi revelado no mês passado que a empresa de coleta de dados (e aparentemente de consultores de suborno) Cambridge Analytica adquiriu informações de 50 milhões de usuários do Facebook e abusou desses dados para auxiliar na eleição do presidente Trump. Especificamente, a companhia explorou a raiva dos eleitores com anúncios altamente direcionados. E durante o decorrente escândalo, todo mundo tem descoberto todo tipo de maluquice sobre o Facebook.

Os usuários do Facebook têm baixado alguns dos dados que a gigante de mídia mantêm sobre eles, e eles não são nada bons. Por exemplo, o Facebook manteve detalhados registros de ligação de usuários de celulares Android. A companhia afirma que os usuários precisavam optar pela inclusão da função, mas essa é uma desculpa esfarrapada quando você vê com o que a tela para optar pela função se parecia.

Existe um enorme abismo entre consenso informado e o que o Facebook te força a aceitar para utilizar o produto. Quando foi a última vez que você leu um acordo de uso antes de aceitá-lo?

Questionamos o Facebook se a rede estava retendo qualquer outro dado que deveria ter sido deletado. Nós atualizaremos este texto se a empresa nos responder – mas ela não tem sido muito solícita recentemente. O Facebook não era exatamente um modelo de transparência antes do escândalo da Cambridge Analytica, mas se fechou ainda mais depois do ocorrido.

Liga pra gente, Facebook. Você sabe o nosso número.
 
 
 
Fonte: Gizmodo 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar