Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

NOVO SERVIÇO COLOCARÁ 20 MIL BIKES NAS RUAS DE SÃO PAULO SEM PONTOS FIXOS

03/04/2018

A partir de julho, os paulistanos adeptos das bicicletas terão uma nova opção de transporte pela cidade: a Yellow, empresa fundada por ex-executivos da Caloi e da 99, colocará nas ruas 20 mil bicicletas “dockless”, ou seja, que não ficam presas a estações, como é visto atualmente em São Paulo.O serviço de compartilhamento de bicicletas será implementado em julho, com 20 mil bicicletas sendo gradativamente introduzidas até dezembro deste ano. Em uma cidade com a dimensão de São Paulo, a Yellow sabe que precisará de uma frota maior, e, por isso, o plano é que esse número chegue a 100 mil no futuro, atendendo também a periferia – inicialmente, o serviço contemplará o centro expandido, começando pelas saídas de estações de trem e metrô.

Os usuários poderão pegar e deixar a bicicleta em qualquer lugar da cidade. Para manter o controle das bikes e também evitar roubos, elas contarão com GPS e selim antifurto. Elas ficam travadas na rua, e, para liberarem-nas, os usuários precisam usar um aplicativo para celular, por meio do qual acontecem também o mapeamento da bicicleta e o pagamento do aluguel.

Imagem: Divulgação/Yellow

Para manter o serviço funcionando a todo vapor, a Yellow terá uma “patrulha periódica”, como a própria empresa define, acontecendo em todos os dias da semana. Equipes vão realizar uma varredura pela cidade, mapeando as bikes para organizá-las novamente em pontos favoráveis para coleta, também as retirando de circulação caso seja preciso realizar uma manutenção – ainda que as bikes tenham quadros de aço, mais baratos e resistentes, e pneus maciços, sem câmara de ar, o que previne que eles furem.

A ideia por trás do serviço visa principalmente usuários de transporte público, servindo como um complemento às suas viagens de trem, ônibus ou metrô. Em comunicado enviado ao Gizmodo, Ariel Lambrecht (sim, é o Ariel da 99) traz números de como o modelo ajudou os chineses a desengarrafar o trânsito. “O surgimento das startups de bike sharing foi responsável por um crescimento de mais de 50% no uso desse modal de transporte na China. Existem estimativas de que o trânsito em Pequim caiu 5% após o lançamento das bicicletas compartilhadas”, explicou.

Entramos em contato com a Yellow para esclarecer algumas dúvidas, especialmente sobre o possível preço do serviço, e atualizaremos esta publicação se tivermos alguma resposta.

Com a ampliação de ciclofaixas em São Paulo de 2013 para 2014, a cidade viu o número de ciclistas crescer em 50% no período, provando que o interesse existia, só faltavam as condições. Um serviço como o trazido pela Yellow pode ser um incentivo a mais para o paulistano dar uma chance para as bicicletas.
 
 
 
Fonte: Gizmodo 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar