Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

BRASIL E 18 PAÍSES PLANEJAM ACABAR COM ROAMING INTERNACIONAL ATÉ 2022

27/03/2018

 
 
 O Brasil e mais 18 países concordaram em acabar com as cobranças adicionais de roaming internacional até 2022 – ou melhor, os países concordam em “encorajar” o fim destas cobranças.

A carta de intenções foi assinada na semana passada durante a assembleia da Citel, a Comissão Interamericana de Telecomunicações, em Buenos Aires, na Argentina, segundo informações do Tele Síntese. O Brasil foi representado no evento por membros do Ministério das Relações Exteriores, Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, e da Anatel.

O compromisso visa a criação de políticas pelos 19 países participantes que imponham o fim das taxas de roaming como aponta o parágrafo 12 do documento:

“[Concordamos] em encorajar medidas para promover maior transparência, acessibilidade e eliminação dos custos para o usuário final de serviços de roaming, com foco especialmente nas realidades e necessidades das áreas de fronteira”.

As políticas a serem tomadas devem ser apresentadas em maio, quando um grupo formado por representantes de cada país se reunir novamente. O Brasil estará presente nesta próxima reunião com membros da Anatel, mas devem participar também membros do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, do Ministério das Relações Exteriores e das operadoras.

O Tele Síntese aponta ainda que, apesar do compromisso para encerrar as tarifas, o grupo de representantes pode escolher mantê-las por um valor mais baixo, por exemplo. Tudo vai depender do que for definido nas próximas reuniões. Pois, como aponta o Tele Síntese, consta no documento assinado pelos países uma ressalva sobre esta possibilidade.

Além do Brasil, o compromisso foi firmado pela Argentina, Bahamas, Barbados, Belize, Canadá, Colômbia, Costa Rica, Equador, El Salvador, Estados Unidos, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana, Trinidade e Tobago e Uruguai.

Europa

A Europa pôs fim ao roaming no ano passado. Depois de quase uma década tentando tomar uma decisão, a União Europeia decidiu eliminar o roaming, ou seja, os cidadãos passaram a utilizar seus celulares por todo o continente como se o utilizassem em seu país de origem, como apontou o El País.

A medida representou economia ao usuário final, uma vez que uma ligação de três minutos fora do país de origem significavam dois euros a mais além da tarifa da chamada. Apesar dos protestos das operadoras, a medida foi comemorada por organizações dos consumidores e o preço da chamada chaiu em até 92%.

Quanto a nós, temos um bom tempo até 2022. Desta forma, quem viajar para fora do país durante este período e não tem planos de voltar para o Brasil com uma conta de telefone cabeluda lhe esperando, é melhor continuar a utilizar a atual alternativa ao roaming international: comprar um chip pré-pago local para uso durante a viagem.
 
 
 
Fonte: Gizmodo 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar