Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

CONGRESSO DOS EUA CONVOCA CEOS DE FACEBOOK, GOOGLE E TWITTER A TESTEMUNHAREM

27/03/2018

A má fase do Facebook parece que está longe do fim. Após uma semana sob escrutínio por causa do uso indevido de dados obtidos pela empresa Cambridge Analytica, agora Mark Zuckerberg, cofundador e CEO da rede social, foi convidado para dizer ao congresso dos Estados Unidos o seu lado da história. Isso é, se ele aceitar o convite enviado nesta segunda-feira (26) pelo Comitê de Justiça do Senado.

O senador republicano Chuck Grassley convidou formalmente não só Zuckerberg, mas também o CEO do Google, Sundar Pichai, e Jack Dorsey, CEO do Twitter, para testemunharem diante do congresso em 10 de abril.

Eles irão? Não temos a menor ideia. Se Zuckerberg, Pichai e Dorsey não forem visitar os congressistas americanos, o comitê pode forçá-los a ir. Eles têm poder de intimação. Então, hipoteticamente, o congresso pode obrigar os três a testemunharem.

O Facebook se meteu em uma encrenca após ter sido revelado que dados de mais de 50 milhões de usuários foram obtidos por um professor de psicologia. Esses dados foram, posteriormente, dados para a Cambridge Analytica, uma empresa de consultoria política que teve Donald Trump, o atual presidente dos EUA, como um dos seus clientes. A companhia é acusada de usar essa informação para entender o comportamento de pessoas e de usar essas informações durante as eleições presidenciais de 2016.

A notícia sobre o convite, publicado no Twitter pelo jornalista Todd Ruger, diz:

Grassley hoje convidou Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, para testemunhar durante uma audiência para discutir as políticas do passado e do futuro do Facebook no que diz respeito a proteção e monitoramento de dados de consumidores.

A audiência vai abordar padrões de privacidade para a coleta de dados, retenção e disseminação de dados de consumidores para uso comercial. Também será examinado como tais dados podem ser usados de forma indevida ou transferidos de forma imprópria e quais passos que companhias como Facebook podem dar para proteger as informações dos usuários e assegurar mais transparência nesse processo.

Grassley também convidou Sundar Pichai, CEO do Google, e Jack Dorsey, CEO do Twitter, para discutir o futuro da privacidade dos dados na indústria de redes sociais e como desenvolver “regras” que encorajem companhias a desenvolver métodos adaptados à privacidade para satisfazer as expectativas dos consumidores enquanto mantêm os incentivos para inovação.

O Reino Unido já convidou Zuckerberg para fazer algo similar, embora não esteja claro se ele vai mesmo.

De volta aos Estados Unidos, alguns políticos recentemente sugeriram que talvez Zuckerberg devesse testemunhar no congresso sobre os danos aparentes da empresa nos Estados Unidos. No entanto, esses pedidos no passado foram atendidos com visitas de advogados treinados a darem declarações oficiais

Em um movimento concreto contra a gigante das redes sociais, no entanto, a FTC (Federal Trade Commission) confirmou nesta segunda-feira (26) que está investigando as práticas de privacidade do Facebook.

O Gizmodo entrou em contato com as três companhias — Google, Twitter e Facebook — para saber se os CEOs planejam ir a Washington em 10 de abril para testemunhar. Por ora, só o Twitter respondeu, dizendo que a empresa ainda não tem um comentário para compartilhar. Nós atualizaremos o post se as outras empresas responderem.
 
 
Fonte: Gizmodo 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar