Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

YOUTUBE PLANEJA AUMENTO DE ANÚNCIOS PARA POTENCIALIZAR FUTURO PLANO DE ASSINATURA PARA MÚSICA

26/03/2018

O YouTube, a maior plataforma de vídeos do mundo, quer que você comece a pagar para ver aquele clipe recente de que você tanto gosta — e para forçar isso, você vai começar a ver muito mais propagandas entre os vídeos de clipes musicais, especificamente.

Bloomberg noticiou que Lyor Cohen, chefe global de música no YouTube, disse durante uma entrevista no SXSW que espectadores de videoclipes veriam mais anúncios que, espera a empresa, vão irritá-los o suficiente para que eles comprem o suposto novo serviço de streaming, chamado Remix.

Mais especificamente, Cohen disse:

Tem muito mais gente em nosso funil que podemos frustrar e seduzir a se tornar assinantes. Uma vez que fazemos isso, acredite em mim, todo esse barulho vai sumir, e os artigos que as pessoas escrevem sobre esse barulho vão sumir.

Você — sim, você, consumidor do YouTube — ficará amavelmente frustrado com uma experiência ruim de anúncios e então seduzido a fazer um pagamento mensal para evitar esses anúncios indesejados. Parece um ótimo plano: irritar sua base fiel de usuários até que eles paguem para não odiar o seu produto.

Cohen está certo ao dizer que o YouTube é enorme e que fazer com que uma fração dos usuários use o Remix provavelmente seria um benefício para a empresa. A Bloomberg apontou que Cohen precisava convencer seus próprios chefes sobre o valor de forçar as pessoas a pagarem pelo YouTube. Afinal, não é como se o YouTube já tivesse tido bastante sucesso em fazer as pessoas pagarem por seu serviço anteriormente (desculpa, YouTube Music, YouTube Red, YouTube TV e, uma hora, YouTube Por Favor Pague Por Mim).

A ideia do YouTube colocando mais anúncios em sua plataforma certamente não será bem-vinda para aqueles que amam usar o YouTube para consumir música — eu, particularmente, estou magoado. Entretanto, vou dar um tempo para o YouTube e talvez, depois do meu período inicial de frustração, eu lentamente seja seduzido.

Um porta-voz do YouTube enviou um email ao Gizmodo explicando que nem todos os usuários verão um acréscimo nos anúncios, mas, sim, “um subconjunto específico de usuários” pode passar por isso.

“Nossa principal prioridade no YouTube é entregar uma grande experiência de usuário, e isso inclui garantir aos usuários que eles não encontrem excesso de anúncios”, diz o porta-voz. “Não buscamos especificamente aumentar as cargas de anúncios no YouTube. Para um subconjunto específico de usuários que usam o YouTube como um serviço de música paga atualmente — e que mais se beneficiaria de recursos adicionais —, podemos exibir mais anúncios ou promoções para vender mais nosso serviço pago.”
 
 
 
Fonte: Gizmodo 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar