Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

NOVO FIREFOX PODE BLOQUEAR AQUELES PEDIDOS CHATOS DE ENVIO DE NOTIFICAÇÕES

16/03/2018

Uma das ferramentas de marketing mais comuns em sites da atualidade é o envio de notificações. Basta você acessar a página, que já aparece uma mensagem perguntando se você quer receber alertas. Pois bem, a recém-lançada versão 59 do Firefox conta com um bloqueador para essas notificações.

O novo recurso fica um pouco escondido e não vem habilitado por padrão. Você precisa ir em Preferências > Privacidade e Segurança e vá ao item Permissões.

Lá, no item notificações, você pode ativar o item “Bloquear novas requisições pedindo para permitir notificações”. Caso você tenha autorizado sem querer algum site para enviar alertas, ele será exibido na lista, e aí é só apagar.

A boa notícia é que isso pode bloquear as notificações de vários sites. A má notícia é que algumas páginas feita sem HTML5 mostram essas notificações, mesmo com o Firefox bloqueando. Mesmo assim, a Mozilla diz que já considera formas de superar isso.

No mesmo item permissões, você pode especificar se autoriza o uso de sua localização, câmera e microfone por sites. Esses dois últimos itens podem ser particularmente importantes para videochamadas. Então, se você usa esse tipo de recurso via navegador, é melhor não bloqueá-los.

nova versão do Firefox 59 não traz lá muitas mudanças, apenas algumas atualizações. Na lista de novos recursos, um outro destaque tem relação com a privacidade.

No caso, um novo mecanismo do Firefox no modo privado evita o vazamento para terceiros de informações de sites previamente visitados. Quando você clica em um site, geralmente, ele consegue saber exatamente qual foi a última página acessada. O problema é que esta página anterior pode conter informações sensíveis e esses dados podem ser vendidos para empresas. Com a proteção, o Firefox mostra apenas o domínio da página anterior.

Pode parecer bobo, mas pesquisadores da EFF descobriram que o site americano healthcare.gov vazava dados para o serviço DoubleClick. Isso fazia com que dados sensíveis de usuários, como idade, CEP, se a pessoa era fumante, fossem acessadas.

Estão ainda no rol de mudanças do Firefox 59: melhoria de desempenho no carregamento de páginas, melhoria na renderização de gráficos na versão para Mac, arrastar e soltar sites favoritos na página inicial do Firefox e melhoria na função de captura de tela — agora, vai ser possível, por exemplo, desenhar ou destacar trechos da tela.
 
 
Fonte: Gizmodo 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar