Página Inicial
  • Login
  • Esqueci a Senha
  • Lista de Compras
  • Notícias
  • Humor
  • Cadastro



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

INSTAGRAM E SNAPCHAT RETIRAM INTEGRAÇÃO COM GIPHY DEPOIS DE GIF RACISTA SE ESPALHAR

12/03/2018

 
 
 

O Instagram e o Snapchat desativaram o serviço Giphy, de incorporação de GIFs. A medida foi tomada depois que uma imagem extremamente racista começou a se espalhar na plataforma, como aponta reportagem do TechCrunch.

De acordo com o TechCrunch, o GIF em questão mostrava a frase “NIGGER CRIME DEATH COUNTER” (contador de crioulos mortos, em tradução livre) acompanhado por um pequeno desenho de um primata e um apresentador de um programa de auditório dizendo “continue girando bonzo, os números simplesmente continuam subindo!”.

Depois que a animação se espalhou pelo Giphy, tanto o Instagram quanto o Snapchat decidiram desabilitar a integração com o serviço – apenas algumas semanas depois de incluí-la. O Instagram adicionou o suporte aos GIFs no final de janeiro e o Snapchat no final de fevereiro.

O GIF em questão aparecia ao pesquisar pela palavra “crime”, de acordo com a usuária do Twitter Lyauna Augmon:

O GIF não apareceu quando o Gizmodo procurou no site do Giphy pelo desktop.

“Esse tipo de conteúdo não tem espaço o Instagram”, disse um porta-voz da companhia ao TechCrunch. “Nos interrompemos nossa integração com o Giphy enquanto eles investigam o problema”.

O Snapchat disse ao TechCrunch que todo o conteúdo no aplicativo precisa ter classificação indicativa “para maiores de 12 anos” e que “assim que ficamos sabendo, removemos o GIF e desabilitamos o Giphy até que possamos nos assegurar que isso não acontecerá novamente”.

Discurso de ódio vai contra as regras do Giphy, embora seja possível que alguns conteúdos proibidos se espalhem. Presumivelmente a funcionalidade pode retornar aos aplicativos caso o Giphy consiga mostrar que o incidente foi apenas um desliza e que não se repetirá.

O site de GIFs se tornou um grande negócio nos últimos anos; um perfil no New York Timesdestacava que a divisão de estúdio estava tentando entrar no ramo de conteúdo para marcas e que queria transformar seus escritórios um rito de passagem para celebridades que desejam ser “GIF-amous”. (O mesmo perfil observou que a empresa arrecadou US$ 150 milhões, mas continua na fase de “pré-receita” do negócio.)

Snapchat, em particular, tem fortes razões para se preocupar com o incidente: nos últimos anos, eles se meteram em problemas relacionados a filtros de yellowface e blackface.
 
 
Fonte: Gizmodo 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar