Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

INTEL PODE PERDER CLIENTES NO MERCADO DE DATA CENTERS POR CAUSA DO SPECTRE E MELTDOWN

10/01/2018

O mercado de nuvem e dispositivos conectados está cada vez maior, o que torna as empresas de data center uma mina de ouro para a Intel. Porém, com a divulgação das vulnerabilidades Spectre e Meltdown, alguns clientes da companhia desta área estão considerando abandonar a empresa.

De acordo com a Reuters, grandes companhias de nuvem que utilizam os produtos da Intel já estão vendo alternativas para trocar de fornecedora por causa das falhas de segurança.

Nesta semana, a Microsoft deu mais detalhes sobre os patchs de correção para o Spectre e o Meltdown e revelou que a correção trará um impacto significativo na performance de hardwares para data centers. Graças a isso, algumas companhias já disseram que podem deixar a Intel para trás.

 

Infinitely Virtual, empresa de serviços em nuvem de Los Angeles, disse que a Intel deve substituir os produtos ou oferecer uma solução para a queda na performance.

"Se a Intel não fizer algo para acertar isso, vamos ter que puni-la no mercado não comprando seus produtos"
- Adam Stern, chefe executivo da Infinitely Virtual

 

Outra empresa que falou com a Reuters foi a Backblaze, que oferece serviços de backup. Segundo o fundador Gleb Budman, a empresa pode migrar para a arquiterura ARM. "Se a correção para x86 traz uma grande queda na performance, isso pode influenciar cada vez mais a mudança para ARM".

As vulnerabilidades divulgadas no começo do ano estão gerando uma grande dor de cabeça para a Intel, já que a empresa possui mais produtos afetados do que as concorrentes.

Microsoft explica porque alguns sistemas
AMD não ligam depois de patch no Windows 10

 

Em um comunicado, a Intel disse que está fazendo o possível para "atender as expectativas dos consumidores" e trazer o mínimo de dano na performance para data centers. De acordo com a IDC, a Intel fornece produtos para 98% do mercado de nuvem, o que torna o problema uma prioridade para a companhia.
 
 
 
Fonte: Adrenaline 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar