Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MODDER FAZ PLACA-MÃE Z170 ACEITAR INTEL CORE I3-8350K APENAS COM MODIFICAÇÕES DE SOFTWARE

04/12/2017

 
 

A Intel afirma que o socket LGA1151 das CPUs Coffee Lake não é compatível com o mesmo LGA1151 de placas-mãe anteriores, mas um modder chinês parece ter provado o contrário. Ele conseguiu utilizar a placa-mãe Z170A Xpower Titanium da MSI em conjunto com o processador Core i3-8350K, algo que, segundo a companhia, seria impossível.

  

Para isso, o usuário teve que fazer modificações na BIOS e no microcódigo do processador, que são instruções de muito baixo nível para operação da CPU. Depois de realizado o procedimento, ele conseguiu fazer boot no sistema operacional Windows 10 e utilizá-lo de maneira estável.

O que não quer dizer que todo o processo ocorreu exatamente conforme o esperado. Por exemplo, não houve maneira de fazer a GPU integrada Intel UHD Graphics 630 ficar disponível.

  

O slot PCI-Express primário da placa-mãe também não funcionou. Para completar, o modelo Xpower Titanium da MSI tem um sistema de fornecimento de energia robusto para overclock, o que significa que ele vai além das especificações base do chipset Z170.

De acordo com o site Videocardz, a maior parte dos problemas poderia ser resolvida com mais tempo de otimizações e modificações no código.

Apesar do discurso da Intel de que as plataformas são incompatíveis, Andrew Wu da Asus disse que as placas-mãe antigas poderiam facilmente suportar a nova geração de processadores Coffee Lake. Segundo ele, a determinação para não torná-las compatíveis veio da própria Intel.
 
 
Fonte: Adrenaline
 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar