Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

HOSPITAL SÍRIO-LIBANÊS USA CLOUD DA AMAZON PARA INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E BIG DATA

11/10/2017

O Hospital Sírio-Libanês vai usar a plataforma de cloud computing da uAmazon Web Services (AWS) para apoiar seus projetos de inovação e desenvolvimento na área da saúde. "Estamos dando os primeiros passos em prol de um movimento que visa impactar o setor da saúde de forma integral, criando novas alternativas de acesso à saúde", explica Rogério Caiuby, diretor de estratégia do Hospital Sírio-Libanês.

O programa de transformação digital da entidade assistencial contempla o uso das ferramentas de serviço em nuvem da AWS para apoiar, inicialmente, projetos específicos da instituição, como a plataforma de Inteligência Artificial a partir de Big Data. A capacidade superior de processamento de dados da plataforma permite avaliar informações com maior rapidez e precisão, extraindo dados relevantes para a promoção da saúde e prevenção de doenças, bem como para a adoção de novos processos no atendimento médico-hospitalar.

Essa aplicação, que já foi colocada em prática com a análise de dados dos tratamentos realizados na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital, permitiu criar processos para priorizar internações de casos mais graves na primeira hora do paciente na Unidade, a partir de novas métricas extraídas da inteligência coletiva do atendimento.
Os sistemas de gestão em nuvem serão usados também para potencializar os projetos de telemedicina do Sírio-Libanês, umas das principais ferramentas para expandir cada vez mais o acesso à saúde de qualidade. Esse formato possibilita que o Hospital dissemine sua experiência com instituições públicas e privadas.

O Sírio-Libanês e a Amazon Web Services iniciaram o trabalho de colaboração há alguns anos com o projeto de bioinformática, no qual os genomas de tumores são analisados a partir de bancos de dados mundiais, como o The Cancer Genome Atlas (TCGA) e o 1000 Genomes. A informação oriunda dessa análise é trabalhada dentro do Sírio-Libanês, abrindo diversas teses de projetos de estudo. Um dos frutos dessa colaboração será lançado ainda este ano. 

Após mais de 4,5 mil genomas de tumores estudados, o Hospital está pronto para lançar uma nova ferramenta de medicina de precisão. "A partir da análise do genoma do tumor do próprio paciente, que será feito dentro do Sírio com a colaboração do serviço de cloud computing da AWS, poderemos oferecer uma medicina individualizada e específica para cada paciente, otimizando os prognósticos", explica Pedro Galante, pesquisador responsável pelo projeto de bioinformática da organização. 
 
 
 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar