Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

CIGARROS ELETRÔNICOS PODEM SER TÃO RUINS QUANTO OS DE VERDADE

14/06/2017

Eu odeio ter que dizer isso, mas lá vai. Além de nos trazer truques de vape e campeonatos de nuvem de vape, cigarros eletrônicos supostamente são uma coisa boa. Sabe, eles supostamente não nos matam tanto quanto os cigarros de verdade.

“Calma aí”, diz um estudo. Você pode estar ferrado de qualquer forma. Mas o estudo foi feito em um pedaço de resina, não em um humano, então provavelmente não é hora de se preocupar ainda.

Pesquisadores da Universidade de Connecticut construíram por meio de impressão 3D um dispositivo maluco do tamanho de um polegar que pode testar a capacidade que certos produtos químicos têm de interagir e potencialmente quebrar o seu DNA. Esse dano pode levar a mutações e, pior, câncer. O dispositivo é sinceramente bem maneiro. É um pedaço transparente de resina impresso com trinta minúsculas câmaras e que custa 80 centavos de dólar para se construir. Eles se juntam a uma porção de análise onde o carcinogênico e o DNA se juntam em poços, brilhando quando ativados em uma reação química na presença de um polímero especial.

Coçando-se para testar o novo dispositivo, eles coletaram fumaça de cigarro com e sem filtro e vapor de cigarros eletrônicos com um pulmão falso, usando de 15 a 30 tragos de vape para cada um de cigarro, conversão baseada em pesquisas anteriores. Quando as nuvens passaram pelas câmaras, eles descobriram que os cigarros eletrônicos pareciam ter os mesmos efeitos de dano ao DNA que os cigarros comuns. Mesmo vapes sem nicotina pareciam ter a mesma reatividade que os cigarros com filtro, de acordo com o estudo recentemente publicado no ACS Sensors. Droga.

Mas existe uma grande e óbvia limitação, que é o simples fato de o seu pulmão não ser um pedaço de plástico impresso em laboratório. Então não vá falar para os seus amigos do vape que eles estão se matando. Existem pesquisas anteriores que mostram algum indício negativo ligando efeitos cardiovasculares ao uso de cigarros eletrônicos. Essa pesquisa também foi vista com certo ceticismo por outros pesquisadores. E o Royal College of Physicians não esperava que os danos do uso a longo prazo dos cigarros eletrônicos fossem mais de 5% piores do que os danos de fumar tabaco, de acordo com um relatório do ano passado.

Eu não quero ser a pessoa que vai te dizer para parar de mandar um vape. Eu não vou falar para você parar. Só vou dizer que vale a pena ser cuidadoso, porque você ainda está inalando para os seus pulmões produtos químicos potencialmente danosos ao DNA. Desculpa.
 
 
 
Fonte: Gizmodo

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar