Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

PIRATAS AMEAÇAM SOLTAR FILME DA DISNEY ANTES DA ESTREIA NOS CINEMAS

17/05/2017

A ousadia dos piratas digitais deixaria Jack Sparrow de cabelo em pé: em sua última ação, eles sequestraram um filme completo dos sistemas da Disney e pediram resgate à empresa.

Ao contrário de um sequestro convencional, aqui a proposta é inversa e os cibercriminosos estão solicitando um pagamento em bitcoins para não soltar o filme.

O CEO da Disney Bob Iger confirmou a extorsão, mas não revelou o nome do filme, dando a entender que se trata de uma das grandes apostas da empresa e que está prestes a estrear. Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar chega aos cinemas norte-americanos nesse final de semana, mas há quem acredite que os sequestradores possam ter colocado as mãos em Carros 3, com previsão de lançamento para 16 de Junho. Rumores de que se trataria de uma cópia funcional de Star Wars: Os Últimos Jedi já foram desmentidos.

Segundo Iger, os cibercriminosos ameaçaram soltar na internet inicialmente os primeiros cinco minutos do filme e depois ampliar para segmentos de 20 minutos  até chegar na íntegra do filme se suas demandas não forem atendidas. Tudo indica que é isso que acontecerá em breve, uma vez que o executivo deixou claro que a Disney não irá ceder e não pagará o resgate.

Vazamentos de grandes produções na internet antes do lançamento não são incomuns. Recentemente, O Regresso, que deu a adiada estatueta do Oscar de Melhor Ator para Leonardo DiCaprio, caiu nos canais de pirataria dias antes da pré-estreia limitada em Dezembro de 2015 e a ação aparentemente não prejudicou o resultado nas bilheterias. O vazamento de Os Mercenários 3 também chegou às manchetes, com a distribuidora Lionsgate abrindo processos na Justiça contra sites de compartilhamento.

Entretanto, chantagear um grande estúdio para não divulgar o filme antes da hora é uma estratégia inédita. Ao se negar a cumprir as exigências dos cibercriminosos, a Disney está se salvaguardando e protegendo outras produtoras de se tornarem um alvo fácil para a ação dessa nova geração de piratas.
 
 
 
Fonte: Codigo Fonte

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar