Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

A CADILLAC TEM UM CONCORRENTE SIMILAR AO AUTOPILOT DA TESLA E PROMETE QUE ELE É SEGURO

11/04/2017

A General Motors anunciou nesta segunda-feira (10) que o novo Cadillac CT6 vai incluir uma função “Super Cruise”, descrita pela companhia como a “primeira tecnologia de direção sem as mãos para as estradas”. A tecnologia é similar ao Autopilot da Tesla, que deixa as pessoas tirarem suas mãos do volante quando estão dirigindo em cenários de estradas. Mas esse tipo de capacidade de ajuda na direção ainda é novo e está em uma área incerta legalmente se estiver envolvida em um acidente.

Super Cruise, assim como o notório sistema de piloto automático da Tesla Motor, também toma o controle do carro nas estradas. Os dois sistemas se especializam em manter os veículos na pista correta e adaptam sua velocidade de acordo com o tráfego em volta, limites de velocidade e outros detalhes do ambiente.

Quando o piloto automático da Tesla se envolveu em várias batidas de carro fatais no ano passado, no entanto, ele levantou muitas questões sobre a segurança da função e sobre quem é legalmente culpável se um carro controlado por um computador bater. Apesar do possível campo minado da estrada à sua frente, a Cadillac está seguindo adiante com seus planos de lançar um produto competitivo com grandes promessas de segurança.

A empresa diz que a função só estará disponível em algumas configurações, especificamente “estradas divididas, de acesso limitado” com rampas de entrada e saída evidentes. O sistema vai usar câmeras com luzes infravermelhas dentro da direção para rastrear a posição da cabeça do usuário, aparentemente assegurando que ele esteja prestando atenção enquanto o sistema de assistência ao motorista estiver ligado.

O sistema também vai avisar os motoristas através de um sistema de iluminação na direção se notar que o motorista não está prestando atenção à estrada. A Cadillac também diz que existe uma medida de seguro contra falhas que vai fazer o veículo entrar em uma “parada controlada” se o motorista não responder adequadamente aos alertas.

Diferentemente do Autopilot da Tesla, a GM também irá utilizar informações LiDAR para ajudar seus carros a dirigirem seguramente. O sistema LiDAR é usado na maioria dos carros auto-pilotados, mas fabricantes de carros mais populares evitaram o sistema já que seus componentes são caros e esteticamente feios. A Cadillac teve uma solução interessante para essa questão ao usar uma frota de carros rastreadores LiDAR que vão mandar as informações para os veículos Super Cruise em atualizações através do ar.

No entanto, o anúncio da GM chegou junto com um ano repleto de controvérsias para a Tesla Motors, que tem lutado para defender seu uso do nome “Autopilot” depois do dispositivo ter se envolvido em diversas batidas fatais recentemente.

No ano passado, o Departamento de Veículos Motorizados da Califórnia propôs regulamentações que proibiriam a Tesla de usar o nome Autopilot para fazer a propaganda de seus veículos. Os regulamentadores acreditam que o nome Autopilot implicava que os motoristas não tinham responsabilidade para manter suas mãos no volante ou seus olhos na estrada.

Como o Los Angeles Times noticiou em novembro, os advogados dos consumidores concordaram.

John M. Simpson, diretor de política de privacidade do Consumer Watchdog, defendeu que “as autoridades deveriam fazer uma regulamentação, protegendo os consumidores de propagandas enganosas que lhes dão uma impressão perigosa, e às vezes fatal, de que um carro é mais capaz de se auto-dirigir do que é o caso”.

Em setembro, mais questões se levantaram quando a Mobileye, uma companhia que ajudou a construir os sistemas de assistência de direção do Autopilot da Tesla, acabou sua parceria com a empresa porque disse que a companhia estava “forçando a barra em termos de segurança”.

A decisão da Cadillac de fazer propaganda do Super Cruise como um sistema “sem as mãos” pode muito bem encorajar os motoristas a praticarem atividades temerárias enquanto dirigem incluindo mandar mensagens de texto, ver filmes ou até mesmo fazer algo idiota como tirar um cochilo. E, como aprendemos muito bem, os motoristas geralmente são ansiosos em mostrar as novas tecnologias em seus brinquedinhos caros. Ainda é muito cedo para dizer se o novo sistema Super Cruise da Cadillac vai encontrar os mesmos tipos de problemas legais que a Tesla, mas é fácil enxergar como os motoristas podem interpretar mal as capacidades deste produto.
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar