Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

VEJA 5 COISAS QUE O MOTO G4 PLUS FAZ QUE O IPHONE 7 NÃO FAZ

02/02/2017

 
 
 

O iPhone 7 é melhor que o Moto G4, sem sombra de dúvidas, e ninguém aqui está dizendo o contrário. O aparelho da Apple é talvez o melhor celular no mercado atualmente, mas isso não significa que tudo nele seja melhor do que a concorrência.

A lista abaixo inclui algumas coisas que o Moto G4 Plus pode fazer e como muitas vezes um celular mais barato pode proporcionar boas experiências que alguns aparelhos mais caros não podem fazer.

Mais recursos de câmera

Uma coisa que sempre lamentamos no iPhone são as faltas de opções de ajustes finos oferecidos pela Apple aos fotógrafos mais avançados. A empresa cria ótimos sensores, capazes de fotos excelentes, mas um modo avançado, que permita controlar a velocidade do obturador, o ISO e o balanço de branco, daria uma liberdade ímpar para o usuário exercitar a criatividade ao máximo.

O Moto G4 Plus não tem uma câmera automática tão boa, mas ao menos ele tem esses recursos manuais. Ele também tem um foco automático extremamente rápido a laser, que faz um pouco de falta no celular da Apple.

Pode ter memória expandida

Vamos supor que você chegou ao limite dos 32 GB do iPhone 7 mais barato (é a versão mais popular, afinal de contas). O que você faz? Limpa arquivos e aplicativos desnecessários para continuar usando seu aparelho ou compra um novo celular que corresponda às suas necessidades de uso. É uma prática antiga da Apple, que impede propositalmente o uso de cartões de memória para vender para vender aparelhos com maior capacidade de armazenamento, aumentando a margem de lucro com uma memória flash extra superfaturada.

O Moto G4 Plus não tem esse problema. O aparelho já vem com 32 GB, e, se o usuário precisar, pode comprar um cartão de memória barato para expandir em até 128 GB o espaço. Se você descobrir que o espaço no iPhone 7 não é o bastante para você, sua única opção é trocar de celular.

Aceita dois chips

Talvez por só produzir celulares tops de linha supercaros, a Apple nunca conseguiu entender o apelo de um celular com dois chips e a possibilidade de alternar entre duas linhas telefônicas diferentes. Esta é uma realidade abraçada pela Motorola e várias outras empresas que não têm medo de deixar dois slots para chips de telefonia.

O recurso pode estar perdendo popularidade entre os brasileiros, que já não usam mais tanto o celular para fazer chamadas telefônicas, mas ainda tem muita gente que precisa ou gosta de ter múltiplos chips, especialmente se usam o celular para trabalho.

Funciona com fones normais

O fim do conector de 3,5 mm no iPhone fez com que vários fones se tornassem inúteis do dia para a noite, se o usuário não quiser carregar consigo um adaptador desagradável. Felizmente, nem todas as empresas ainda seguiram a Apple (a tendência é que mais empresas sigam o mesmo caminho), e isso inclui a Motorola, pelo menos com o Moto G. É possível continuar usando qualquer fone que der na telha.

Custa menos de dois salários mínimos

O iPhone 7 mais barato custa R$ 3.500, o que são quase quatro salários mínimos no valor atual (R$ 937 por mês). É mais do dobro do cobrado pelo Moto G4 Plus, que é encontra no varejo pelo preço de R$ 1.200 mil, que é menos do que um salário mínimo e meio.
 
 
 
Fonte: Olhar Digital
 
 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar