Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

UBER LANÇA SITE COM DADOS SOBRE O FLUXO DE SEUS PASSAGEIROS

09/01/2017

 
 
 

A Uber lançou ontem o site Movement, que funciona como uma espécie de plataforma de acesso aos dados de trânsito das cidades onde a empresa opera. O objetivo da empresa, com essa novidade, é "ter um papel em ajudar as cidades a crescer de uma maneira que funcione para todos".

O site trará as informações que a empresa coleta sobre as viagens feitas por seus usuários e motoristas organizadas de uma maneira simples de se analisar. Será possível ver num mapa da cidade informações como os locais e horários de maior e menor demanda, o tempo médio que uma viagem entre quaisquer duas regiões leva e outras informações desse tipo. 

Por enquanto, o site ainda está em desenvolvimento, e é necessário cadastrar seu e-mail para poder acessar a plataforma. A expectativa da emrpesa, no entanto, é que ela venha a ser usada por organizações, pesquisadores e urbanistas para ajudar a tomar decisões sobre o planejamento urbano em torno da questão da mobilidade.

Tiro no pé?

Uma questão que surge em torno do compartilhamento de tais informações é a da privacidade. Afinal, a empresa rastreia seus usuários (mesmo depois de eles pararam de usar o serviço), o que faz com que ela tenha acesso a informações bastante sensíveis. Tornar públicos tais dados, portanto, poderia constituir uma violação drástica de privacidade.

No entanto, a empresa alegou ao TechCrunch que só disponibilizará os dados de trânsito das regiões nas quais ela for capaz de "anonimizar" as informações. Quando um local não tiver viagens suficientes para que cada viagem individual se perca na massa de dados, a empresa não revelará os dados até que essa situação mude.

Também vale notar que a capacidade da Uber de prever os locais e horários de maior demanda de carros nas cidades é uma vantagem mercadológica para ela. Revelar essas informações, portanto, poderia ser um "tiro no pé" do ponto de vista comercial, já que as concorrentes da Uber também teriam acesso a esses dados.

Quanto a isso, a empresa alega que o compartilhamento dessas informações pode acabar sendo benéfico para ela mesma. "Nós não planejamos as cidades, nós não planejamos a infraestrutura, nunca faremos isso", disse Jordan Gilbertson, o gerente de produtos da empresa. Mas a empresa também tem interesse em que o trânsito nas cidades seja o mais fluido possível, e por isso libera esses dados para influenciar indiretamente o desenvolvimento do trânsito nos locais onde atua.

Desenvolvimento

Segundo a Uber, o site deverá ficar aberto e disponível para todos os usuários ao longo dos próximos meses. Durante esse período, a empresa também está aberta a discutir parcerias com órgãos de pesquisa e planejamento urbando.

Eventualmente, a empresa também pretende disponibilizar as informações do Movement na forma de uma API (Application Programming Interface, ou interface de programação de aplicativo). Isso permitiria que outros sites ou aplicativos acessassem os dados da Uber em tempo real para oferecer funções novas e melhores. No entanto, a empresa diz que por enquanto ainda está "tentando descobrir como fazer isso de uma maneira performante".
 
 
 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar