Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

OS PROBLEMAS DE BATERIA DO MACBOOK PRO DIFICULTAM NA HORA DE RECOMENDAR O APARELHO

26/12/2016

macbook-pro-touchbar
 

A aguardadíssima atualização da Apple para a linha MacBook Pro é decepcionante por uma série de motivos, mas parece que vamos precisar adicionar um novo à lista: autonomia de bateria terrivelmente imprevisível. O problema é grande o suficiente que pode tirar o lugar de destaque que o aparelho tem entre os notebooks.

O Consumer Reports decidiu deixar de dar uma recomendação para a nova linha de laptops porque o desempenho da bateria variou demais durante os testes. Fãs da Apple esperavam que essa atualização corrigisse alguns problemas de baterias que infestaram linhas antigas de MacBok Pro, mas os resultados são decepcionantes. Diz o Consumer Reports:

“Por exemplo, em uma série de três testes consecutivos, o modelo de 13 polegadas com a Touch Bar aguentou 16 horas no primeiro teste, 12,75 horas no segundo, e apenas 3,75 horas no terceiro. O modelo de 13 polegadas sem Touch Bar funcionou por 19,5 horas no primeiro teste, mas apenas 4,5 horas no seguinte. E os números do modelo de 15 polegadas variaram de 18,5 para 8 horas.

Esses são apenas alguns dos resultados; testamos a autonomia da bateria desses notebooks repetidas vezes.”

Jerry Beilinson, o editor da Consumer Reports que escreveu o artigo, disse que a autonomia da bateria normalmente varia cerca de 5% entre testes. Obviamente, os resultados do MacBook Pro estão muito acima disso. Parece que a Apple está tentando consertar o problema da bateria via atualização de software, mas a única coisa que notamos até agora é que a Apple removeu o indicador que mostra quanto tempo resta antes da bateria acabar.

O Ars Technica tem alguns bons detalhes sobre o que pode estar causando os problemas de bateria do MacBook. Uma das coisas que se destacam para mim é o fato do modelo de 15 polegadas vir com uma GPU dedicada, em vez de usar gráficos integrados como no passado. Claro, o desempenho gráfico é indiscutivelmente melhor e isso diminui um pouco do aquecimento do processador quando você usa um monitor externo, mas também pode causar danos à bateria. Como destaca o Ars, os novos MacBooks mudam dinamicamente entre o uso da GPU dedicada para os gráficos integrados, e não há uma forma de desativar totalmente nenhuma delas.

Então pela primeira vez em algum tempo, parece que os novos MacBook Pros não são os melhores notebooks do mercado.
 
 
 
 
Fonte: Gizmodo
 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar