Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

SYMANTEC COMPRA EMPRESA POLÊMICA QUE OFERECE UMA ESPÉCIE DE “ANTIVÍRUS” PARA A VIDA

23/11/2016

symantec
 
 

A Symantec, conhecida pelo desenvolvimento de antivírus, anunciou a compra de uma empresa chamada LifeLock por US$ 2,3 bilhões. A LifeLock é uma fornecedora de “proteção de identidade” que supostamente ajuda a alertar seus assinantes sobre atividades estranhas em suas contas.

A ideia é que se o seu número de cartão de crédito for roubado, ou se outra pessoa usar sua identidade, a LifeLock vai alertá-lo disso para que você evite prejuízos na sua vida. No papel soa excelente, mas a empresa está manchada com controvérsias e ações judiciais nos últimos anos.

Polêmicas envolvendo a LifeLock

O antigo CEO da empresa, Todd Davis, colocava o número de segurança social (espécie de CPF nos EUA) dele em outdoors, ônibus e até no próprio carro, desafiando as pessoas a roubarem a sua identidade. Não há com o que se preocupar, ele dizia, porque a LifeLock é muito boa. Mas não era. Em 2010, foi revelado que a identidade de Davis foi roubada mais de 13 vezes.

E isso que ainda não começamos a falar em processos judiciais. Como destaca a Computerworld, no ano passado a Federal Trade Comission (FTC) multou a LifeLock em mais de US$ 100.000 por causa de propaganda falsa. A cifra de US$ 100 milhões foi, na verdade, uma acusação de desrespeito – e a maior ação já tomada pela FTC – porque a LifeLock não cumpriu adequadamente um acordo de US$ 12 milhões com a FTC e diversos procuradores-gerais dos EUA fechado em 2010.

As ações judiciais vêm de antes disso. Consumidores e a agência de crédito Experian processaram a empresa pela primeira vez em 2008 por fraude e práticas de publicidade enganosa. Em 2014, a LifeLock teve um incidente embaraçoso quando seu app de “carteira” para iOS e Android não era tão seguro quanto a empresa dizia. Como resultado, ela removeu o app das lojas do Google e da Apple e destruiu todos os dados dos consumidores.

A Symantec, por sua vez, pensa que vale a pena gastar US$ 2,3 bilhões nessa empresa. Em uma nota à Computerworld, a empresa disse:

“Estamos certos de que essas questões anteriores ficaram no passado”, disse uma porta-voz da empresa em um email. “Consumidores votam com a carteira e existem 4,4 milhões de consumidores felizes da LifeLock – e o número está crescendo.”

Mesmo sem considerar todos esses problemas, a LifeLock não oferece um bom serviço. Custa ao menos US$ 10 por mês e a maioria das coisas que a empresa faz você poderia fazer sozinho sem gastar nada.

Ter um antivírus no computador faz sentido: malwares e vírus são reais. Mas pagar pela mesma coisa para a sua vida – afinal, um serviço de proteção de identidade é como um anti-vírus real – não faz muito sentido. Especialmente quando a empresa que quer “proteger” seus dados tem um histórico tão nebuloso.
 
 
 
Fonte: Gizmodo
 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar