Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

APPLE VAI APOSENTAR LINHA DE ROTEADORES WI-FI AIRPORT

22/11/2016

 
 

Talvez você não soubesse, mas a Apple tinha uma divisão que desenvolvia roteadores, com a linha AirPort. Tinha. Ao que tudo indica, a empresa desmanchou a divisão, redirecionando os membros da equipe para outras áreas mais importantes da companhia, com o objetivo de “estreitar o foco da companhia”, segundo fontes ouvidas pela Bloomberg.

Não chega a ser surpresa, no entanto, mesmo que a empresa não confirme a informação por meios oficiais. A Apple não lançava um roteador novo desde 2013, e eles nunca foram realmente um sucesso comercial, por mais que tivessem qualidade e um design diferenciado, feito para que o usuário não tivesse vergonha de exibi-lo na sala.
 
 O problema é que de lá para cá surgiram outras alternativas tão boas ou melhores quanto, custando mais barato e com o mesmo refinamento estético; um exemplo é o Google Wifi. Ao mesmo tempo, os roteadores da Apple foram ficando em um segundo plano, enquanto a empresa direcionava esforços para os seus produtos principais, que movimentam muito mais dinheiro, como iPhone, iPad e os Macs.

É mais ou menos o que aconteceu com o Thunderbolt Display, que também foi sumariamente aposentado pela Apple. O monitor também era só um apêndice na linha de produtos da companhia, que decidiu encerrar a sua produção e promover um novo monitor da LG durante o lançamento dos últimos Macbooks.

De qualquer forma, é uma página histórica da Apple que é abandonada, porque o AirPort já foi importantíssimo para a companhia. A linha foi introduzida em 1999, na mesma época em que lançou os icônicos iBooks. A apresentação de ambos os produtos foi marcante pela reação da plateia quando Steve Jobs mostrou ao público que os novos laptops da empresa não precisavam usar a porta Ethernet para acessar a internet. A linha também colaborou para a evolução do áudio em rede com o AirPort Express, e com o os backups em rede integrados como foi o caso do Time Capsule. Hoje, no entanto, já não há diferencial entre as outras alternativas do mercado, tornando a manutenção da categoria na line-up da companhia simplesmente insustentável.
 
 
 
Fonte: Olhar Digital
 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar