Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

METADE DAS PERSONALIDADES MAIS INFLUENTES NO BRASIL SÃO YOUTUBERS

03/10/2016

Assim como foi apurado entre Outubro e Novembro do ano passado, os YouTubers continuam em destaque como influenciadores perante a juventude brasileira.

Um segundo levantamento realizado pelo Google, consultoria Provokers e revista Meio & Mensagem lista os 20 nomes com mais influência perante a juventude brasileira e novamente metade deles é composto por YouTubers.

O apresentador de televisão Luciano Huck, que nem figurava na lista do ano passado, surge ocupando a primeira posição, para ser logo seguido pelos YouTubers Whindersson Nunes, também estreando na lista, e pelo casal Leon e Nilce, do canal Coisa de Nerd, que subiu da quinta posição em relação ao ranking anterior. As outras personalidades vindas do YouTube que marcam presença no Top 20 são Luba (6º lugar), Kéfera (9º), Júlio Coccielo (10º), Taciele Alcolea (12º), Bianca Andrade (16º), Leo Stronda (18º), Rayza Nicácio (19º) e Felipe Neto (20º).

Confira a lista completa de personalidades influentes entre os jovens:

influentes

Para a pesquisa, foram colhidos 1,5 mil depoimentos de pessoas de ambos os sexos, com idades variando entre 14 a 55 anos, das classes A, B e C do estrato social, de cidades de diferentes regiões do País: Sul (Porto Alegre), Sudeste (São Paulo capital, São Paulo interior e Rio de Janeiro) e Nordeste (Salvador e Recife). Em seguida, o levantamento fez entrevistas com 250 jovens dentro desta amostragem, da faixa etária que vai dos 14 anos aos 17 anos.

Além de mais uma vez comprovar a força dos YouTubers na cabeça dos jovens, o estudo também apontou que a televisão segue perdendo relevância na faixa etária. Os números indicam que 89% dos adolescentes declararam estar conectados enquanto assistem TV e 85% não prestam atenção à TV enquanto assistem. O smartphone é a plataforma preferida para consumo de conteúdo em vídeo e interação social. Nesse contexto, 76% dos jovens consultados acreditam que o YouTube pode funcionar como substituto da televisão aberta e 65% para a TV por assinatura.

Segundo a revista Meio & Mensagem, “os jovens identificam-se com as personalidades do YouTube, sobretudo, porque são ‘gente como a gente’: se diferenciam das celebridades da TV pela proximidade com o target, postam constantemente vídeos que mostram sua vida, casa e rotina e ganham fama e dinheiro com seus vídeos, ou seja, projetam isso para a audiência, que vem a ser a função aspiracional dos canais do YouTube”.
 
 
 
Fonte: Codigo Fonte

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar