Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

OLIMPÍADA DE 2020 PODE TER MEDALHAS FEITAS DE SMARTPHONES RECICLADOS

23/08/2016

As Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro chegaram ao fim e o próximo endereço dos jogos de verão é Tóquio, no Japão, em 2020. Após uma apresentação repleta de referências a games e tecnologia, o comitê olímpico japonês estuda usar smartphones para fabricar as medalhas da competição.

A ideia, como foi na Rio-2016, é enviar uma mensagem de apoio à sustentabilidade. O comitê estuda a possibilidade de usar os programas de reciclagem de eletrônicos do país para extrair o ouro, a prata e o cobre usados nas medalhas olímpicas.

Embora já tenha recursos reciclados suficientes para criar as medalhas, boa parte desse material já é epregado hoje em dia na fabricação de novos eletrônicos no Japão. Usar o recurso para as medalhas pode desestabilizar um importante ciclo de sustentabilidade na indústria japonesa.
 

As Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro chegaram ao fim e o próximo endereço dos jogos de verão é Tóquio, no Japão, em 2020. Após uma apresentação repleta de referências a games e tecnologia, o comitê olímpico japonês estuda usar smartphones para fabricar as medalhas da competição.

A ideia, como foi na Rio-2016, é enviar uma mensagem de apoio à sustentabilidade. O comitê estuda a possibilidade de usar os programas de reciclagem de eletrônicos do país para extrair o ouro, a prata e o cobre usados nas medalhas olímpicas.

Embora já tenha recursos reciclados suficientes para criar as medalhas, boa parte desse material já é epregado hoje em dia na fabricação de novos eletrônicos no Japão. Usar o recurso para as medalhas pode desestabilizar um importante ciclo de sustentabilidade na indústria japonesa.
 
 
 
 
Fonte: Olhar Digital
 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar