Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

BRASIL SAI DA LISTA DOS PAÍSES QUE MAIS VENDE SMARTPHONES NO MUNDO

19/08/2016

As vendas de smartphones vão mal na maior parte do planeta, com quedas generalizadas nas Américas – e que no Brasil chega a 20% - na Europa, África, Oriente Médio e Oceania. No agregado, porém, a perspectiva é de crescimento, graças à Ásia, segundo indica relatório da consultoria alemã GfK. 

Foram vendidos 330 milhões de aparelhos entre abril e junho, 6,9% acima dos 308 millhões do trimestre anterior. Em grande medida graças ao desempenho da Rússia e da China, com altas anuais de 12% e 24% (sobre o segundo trimestre de 2015), além de países como Vietnã (11%) e Filipinas (37%). 

“Análises das últimas tendências de vendas de smartphones fizeram a GfK reavaliar suas previsões para o ano. O valor das vendas globais deverá subir de US$ 400,7 bilhões para US$ 426 bilhões, um aumento de 5%.”Nessa previsão, o ano de 2016 vai registrar vendas totais de smartphones de 1,39 bilhão de unidades (contra 1,32 bilhão de 2015). 

Fora desses, porém, o cenário é de quedas. Segundo a consultoria, na América Latina até houve alta na passagem do primeiro para o segundo trimestre (5%, com 23 milhões de unidades), mas em 12 meses o recuo é de 8%. “Esse declínio regional se deve à queda da demanda em 20% no Brasil”, país onde “os problemas continuam”, segundo a GfK. Na região, o destaque foi para a Argentina, com alta de 58% em 12 meses. Ainda assim, a previsão para a AL é de queda de 11% em 2016 – para 94 milhões de smartphones.

Na América do Norte, os 42 milhões de smartphones vendidos representaram queda no trimestre (-5%) e em 12 meses (-6%). Na Europa Ocidental, vendas de 30 milhões e recuos de 1% no trimestre e em 12 meses, com alguns países mais afetados, como na Espanha, onde a queda foi de 11%. No Reino Unido, queda de 2%. França (3%) e Alemanha (1%), cresceram.

No Oriente Médio e África, queda de 2% (trimestre) e 5% (sobre 2015), com destaque para a Arábia Saudita (-24%), que anulou no agregado os bons desempenhos do Egito (19%) e da África do Sul (15%). O total de vendas na região foi de 41 milhões de unidades no segundo trimestre. Em países desenvolvidos da Ásia-Pacífico, destaque para a queda da Austrália (-9% sobre 2015) e para um pequeno crescimento no Japão (2%). 
 
 
 
 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar