Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

A BRIGA DE GATO E RATO DO FACEBOOK CONTRA APPS QUE AMEAÇAM SEU GANHA-PÃO

16/08/2016

Quase cada centavo que o Facebook ganha vem de propaganda e, por isso, qualquer ameaça a este modelo coloca a rede social em risco.

Para evitar o pior, o Facebook está tentando sair à frente em sua batalha contra o Adblock Plus, o aplicativo que oferece software para bloquear propagandas que aparecem para os cerca de 100 milhões de usuários da rede social.

Na semana passada, o Facebook fez ajustes em seu feed de notícias para que o Adblock Plus (e outros programas parecidos) não conseguisse mais encontrar as propagandas. Os ajustes enganam o software para que ele pense que as propagandas são apenas posts normais.

O Adblock Plus reagiu e já encontrou uma alternativa. Na quinta-feira passada, a empresa escreveu que "nesta rodada da luta de gato e rato, parece que o rato venceu".

O Adblock Plus ainda comemorava a vitória quando o Facebook apresentou sua nova solução para driblar o Adblock Plus e ainda lançou um alerta para os usuários.

Andrew Bosworth, conhecido como Boz, chefe de propaganda no Facebook, escreveu no Twitter que "estas novas tentativas não bloqueiam apenas as propagandas, mas também os posts de amigos e de outras páginas (da web que o usuário segue)".

"Vamos cuidar deste assunto."

Controle

Boz e a equipe de propaganda do Facebook não demoraram para reagir à medida do Adblock Plus e, horas depois de o app ter divulgado sua solução, a rede social já começava a rodar seu novo código que desativa a nova solução do Adblock.

"Bloqueadores de propaganda são instrumentos grosseiros e por isso nós nos concentramos em construir ferramentas como as preferências de anúncios, para colocar o controle nas mãos das pessoas", informou o Facebook em uma declaração.

As primeiras tentativas de livrar as pessoas de propaganda apenas paravam os anúncios pop-up.

Mas o aplicativo Adblock Plus é bem mais sofisticado: consegue filtrar propagandas que passam antes de vídeos e ainda remove outros anúncios menos intrusivos em páginas visitadas.

No entanto, a noção do que é intrusivo não é igual para todos. Muitos preferem se ver livre de toda e qualquer propaganda quando estão navegando.

Em particular quando estão usando o Google e o Facebook, que construíram seu negócio graças à propagandas personalizadas e à coleta de grande quantidade de dados dos usuários.

E é por causa desta publicidade que Google e Facebook são grátis - e certamente vão continuar sendo. O dinheiro tem que sair de algum lugar e, por enquanto, vem das propagandas.

Seletivo

Existe uma outra polêmica cercando o Adblock Plus. O app não bloqueia propagandas em todos os sites.

A empresa tem uma lista de sites que passam livremente e, para entrar nesta lista, a companhia interessada precisa pagar ao Adblock Plus.

Alguns chamam isto de extorsão mas a empresa discorda e explica que tem um papel importante controlando as propagandas online.

Andrew Bosworth diz que o Facebook não vai pagar para entrar nesta lista.

"Ao invés de pagar para as empresas de bloqueio de publicidade - e algumas destas companhias já nos convidaram - estamos colocando o controle nas mãos dos usuários com nossa atualização de preferências de propagandas e outros controles de anúncios", escreveu o diretor de propaganda do Facebook.
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar