Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

PESQUISA COMPROVA: JOGOS ELETRÔNICOS MELHORAM O APRENDIZADO

10/08/2016

Pesquisadores do Royal Melbourne Institute of Technology (RMIT), na Austrália, descobriam que jogos eletrônicos melhoram o aprendizado.

Os resultados da pesquisa realizada com 12.000 estudantes de 15 anos de escolas australianas mostraram que alunos que jogam nas horas vagas tem desempenho superior.

O estudo foi publicado no International Journal of Communication e concluiu também que, na verdade, o grande “vilão” do aprendizado podem ser as redes sociais. No grupo avaliado, jogadores apresentaram os melhores resultados em testes enquanto usuários compulsivos de redes sociais tiveram as piores performances. Na verdade, os pesquisadores apontam que este último caso pode ser um indicativo de problemas maiores na assimilação do conteúdo e que a socialização pode funcionar como uma válvula de escape.

Por outro lado, quem joga diariamente obteve uma média de 15 a 17 pontos superior nos testes em Matemática e Ciências. O professor do RMIT Alberto Posso tem uma explciação possível: “quando você joga jogos online você está resolvendo desafios para avançar para o próximo nível e isso envolve utilizar um pouco de seu conhecimento geral e habilidades em matemática, leitura e ciência que você aprendeu durante o dia”.
 

Já os estudantes que dedicaram suas horas vagas apenas a redes sociais e aplicativos de mensagens tiveram resultados 20 pontos abaixo da média. Para Posso, “estudantes que estão regularmente nas mídias sociais estão, é claro, perdendo um tempo que poderia ser gasto com estudos – mas isso também pode indicar que eles estão com dificuldades em matemática, leitura e ciência e estão entrando online para socializar no lugar”.

O pesquisador acredita que as escolas teriam uma excelente iniciativa se incorporassem os jogos populares ao aprendizado, desde que não fossem títulos violentos. Mas aconselha os professores a utilizarem as redes sociais também, para recuperar o engajamento dos alunos que estão nessas plataformas.

 
 
 
Fonte: Codigo Fonte

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar