Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

UM ACESSÓRIO BEM RARO DO NINTENDO 64 FOI ENCONTRADO POR UM SORTUDO COLECIONADOR DE GAMES

18/07/2016

64dd
 
 

Mesmo os mais fanáticos fãs da Nintendo podem ser perdoados se não souberem da existência do 64DD, um periférico que rodava disquetes e teve vida bastante curta.

O 64DD era um drive de discos magnéticos que era encaixado na parte inferior do Nintendo 64, com a promessa de rodar jogos maiores e regraváveis, além de oferecer ao console conectividade com a internet. Após quatro anos em desenvolvimento e muitos adiamentos, o 64DD foi lançado no Japão no fim de 1999. Só 10 jogos foram lançados para ele – menos do que o tão vergonhoso quanto Virtual Boy – e a Nintendo desistiu de levá-lo a outras partes do mundo.

Desde que fracassou no mercado, o 64DD se tornou bastante valioso entre colecionadores, e ao longo dos anos algumas unidades de desenvolvedores e discos protótipos surgiram aqui e ali. Eles chegam a ser vendidos por milhares de dólares. O YouTuberMetalJesusRocks achou que tinha conseguido essas coisas, mas no fim das contas descobriu que era algo muito mais valioso.

64dd-2

O 64DD em funcionamento que o YouTuber colocou as mãos através do Craiglist tinha uma característica bem estranha: sua tela inicial estava em inglês. Isso não deveria existir, já que ele nunca foi lançado em solo americano, certo?

Sua teoria inicial era de que se tratava de uma unidade de desenvolvedores, mas Mark DeLoura, um antigo engenheiro da Nintendo, ajudou a chegar à resposta certa. Era de fato uma unidade voltada para consumidores finais que foi enviada para a fase de teste de qualidade.

Para deixar as coisas ainda mais estranhas, as datas de copyright na unidade são de 1996 e 1997 – dois anos antes do periférico chegar ao mercado japonês. Será que se trata de alguns modelos inicias que a Nintendo decidiu não lançar nos EUA? Qualquer que seja a resposta, a existência de um modelo final em inglês desse periférico raro e esquecido sempre foi considerada um mito, segundo MJR.

Apesar do 64DD em questão acompanhar discos protótipos azuis, o YouTuber não consegue fazer o sistema ler o conteúdo do disco. No momento ele busca mais informações sobre o caso no Twitter.

 
 
Fonte: Gizmodo 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar