Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

NUVEM X PERDA DE DADOS: DILEMA AINDA TORTURA OS CIOS

12/07/2016

Os riscos de perda de dados e os riscos à privacidade de dados são os maiores desafios impostos pela adoção de tecnologia em nuvem, de acordo com 49% dos CIOs ouvidos na 18ª edição da maior pesquisa global de liderança em Tecnologia da Informação (CIO Survey), realizada pela KPMG em parceria com a Harvey Nash.

O levantamento constata que aumentou em 10% a participação dos CIOs (Chief Information Officers) nos Conselhos Administrativos e Diretoria de empresas. Atualmente, 34% dos CIOs reportam-se diretamente aos diretores-executivos, maior registro dos últimos dez anos.

“Com a competitividade e tendências de mercado, surge o CIO Criativo, responsável por mesclar habilidades em tecnologia e estratégia digital com o poder da influência e inovação na governança. Esse cargo está muito além de prever e solucionar crises, é preciso dinamismo e visão para implementar estratégias diferenciadas em tecnologia e gestão. Nota-se o aumento inquestionável da importância desse profissional nas organizações”, afirma o sócio da KPMG no Brasil, Marcos Fugita.

Outro dado importante da pesquisa é que número de mulheres em cargos de liderança na área de Tecnologia da Informação também avançou, saindo de 6% para 9%. A participação feminina foi relevante, inclusive, para a realização da pesquisa, representando 11% dos entrevistados, aumento de 3% em relação a edição passada.

“A atuação feminina na área de Tecnologia da Informação proporciona novos direcionamentos e diferentes ideias na atuação do mercado e na própria organização. O avanço da participação da mulher nos cargos de liderança comprova a importância e os novos rumos desse segmento”, acrescenta o sócio da KPMG no Brasil, Cláudio Soutto.

O estudo também indica que 63% dos CIOs focam em projetos  de tecnologia lucrativos e apenas 37% visam poupar verba. Ao longo de quatro anos, mudaram-se as prioridades do segmento: as eficiências operacionais declinaram em 16% e o desempenho estável em TI caiu em 27%.
 
 
 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar