Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

SUPERCOMPUTADOR CHINÊS É O MAIS RÁPIDO DO MUNDO

27/06/2016

Enquanto o supercomputador mais rápido da América Latina foi desligado por falta de dinheiro para pagar a conta de luz, um supercomputador chinês atingiu o posto de mais rápido do mundo.

O Sunway TaihuLight assume a liderança, desbancando o também chinês Tianhe-2, triplicando a velocidade do recordista anterior e atingindo 93 quatrilhões de operações por segundo com tecnologia 100% chinesa.

O resultado coloca a China no topo incontestável dos supercomputadores, com o Sunway TaihuLight atingindo uma performance cinco vezes superior ao terceiro lugar, um supercomputador norte-americano. Com 41. 000 chips, cada um com 260 núcleos de processamento, o titã chinês soma um total de 10.65 milhões de núcleos, deixando para trás os 560 mil núcleos do seu maior rival ocidental.

In this photo released by Xinhua News Agency and taken on June 16, 2016, the Sunway TaihuLight, a new Chinese supercomputer, is seen in Wuxi, eastern China´s Jiangsu Province. A supercomputer from China has topped a global list of the fastest systems for a seventh straight year _ and for the first time the winner, Sunway TaihuLight, uses only Chinese-designed processors instead of U.S. technology. (Li Xiang/Xinhua via AP) NO SALES

In this photo released by Xinhua News Agency and taken on June 16, 2016, the Sunway TaihuLight, a new Chinese supercomputer, is seen in Wuxi, eastern China’s Jiangsu Province. A supercomputer from China has topped a global list of the fastest systems for a seventh straight year _ and for the first time the winner, Sunway TaihuLight, uses only Chinese-designed processors instead of U.S. technology. (Li Xiang/Xinhua via AP) NO SALES

Não apenas o Sunway TaihuLight se destaca pela força bruta de processamento como também é um marco para a indústria chinesa: toda sua arquitetura foi produzida localmente, com cada processador fabricado por empresas chinesas usando tecnologia chinesa.

O supercomputador está instalado e funcionando no National Supercomputing Center na cidade de Wuxi, um polo tecnológico próximo a Shangai. Todo seu poder de processamento será empregado em diversas pesquisas e trabalhos de engenharia, em áreas como modelagem de clima na superfície terrestre, fabricação avançada, ciência da vida e análise profunda de dados.

 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar