Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

PESQUISADORES CRIAM PROCESSADOR DE MIL NÚCLEOS

21/06/2016

Lembra do processador de dez núcleos da Intel? Esqueça! Ele acaba de ser ultrapassado em grande estilo pelo KiloCore e seus impressionantes mil núcleos independentes.

O projeto foi desenvolvido por pesquisadores da Universidade da Califórnia e ainda é capaz de consumir menos energia que um processador de laptop.

Cada núcleo do processador pode trabalhar em um clock máximo de 1.78GHz, ao contrário dos 3.5GHz obtidos pelo colosso da Intel. Ainda assim, são mil núcleos que podem funcionar simultaneamente para tarefas extremamente pesadas, como processamento de vídeo, criptografia e cálculos científicos avançados. Os núcleos podem transferir dados diretamente entre si, ao invés de compartilhar um cache de memória comum.
 

Cada núcleo também se desliga sozinho quando não está em uso, o que resolve o problema do consumo energético durante atividades cotidianas, embora os pesquisadores não tenham especificado o que acontece quando todos os núcleos estão ativos ao mesmo tempo.

De acordo com a pesquisa publicada, o KiloCore pode processar “115 bilhões de instruções por segundo enquanto dissipa apenas 0.7 watts”. Novamente, para fins de comparação, a tecnologia de ponta da Intel apresenta uma performance de “meros” milhões de instruções por segundo.

Por enquanto, a tecnologia desenvolvida nos laboratórios da Universidade da Califórnia não tem aplicação prática para a vasta maioria dos usuários domésticos ou mesmo corporativos. Simplesmente não existem programas ou rotinas preparadas para utilizar a capacidade de multiprocessamento oferecida pelo KiloCore. Implementado hoje, o superprocessador ficaria o tempo todo com 99% dos seus núcleos desativados e ainda seria considerado lento, devido à velocidade individual de cada núcleo em operação…

 
 
 
Fonte: Codigo Fonte

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar