Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

POR QUE A MICROSOFT COMPROU O LINKEDIN

20/06/2016

Quando a Microsoft anunciou a compra do LinkedIn, muita gente no mercado foi pega completamente de surpresa. E a dúvida ficou no ar: por quê?

Segundo o comunicado oficial, haverá uma forte integração entre a rede de relacionamentos profissionais e a plataforma Office da Microsoft.

Mas um memorando interno enviado no dia da compra por Satya Nadella, CEO da Microsoft, pode esclarecer as motivações da empresa. Leia na íntegra:
 

Time,

Eu estou empolgado em compartilhar que hoje a Microsoft anunciou um acordo para adquirir o LinkedIn. Você pode ver como Jeff Weiner, o CEO do LinkedIn, e eu visualizamos a oportunidade à frente nesta apresentação pública (arquivo PDF).

Esse acordo reúne a líder mundial em nuvem profissional com a líder mundial de redes profissionais. Eu venho aprendendo sobre o LinkedIn por algum tempo enquanto também reflito sobre como redes podem realmente diferenciar serviços de nuvem. Está claro para mim que o time do LinkedIn floresceu um fantástico negócio e uma impressionante rede de mais de430 milhões de profissionais.

Uma vez que essa é a maior aquisição da Microsoft desde que eu me tornei CEO, eu gostaria de compartilhar com vocês como eu penso a respeito dessa aquisição como um todo. Para começar, eu considero se um patrimônio irá expandir nossa oportunidade – especificamente, ele irá expandir nosso mercado total atingível? Esse patrimônio está embalado em um uso secular e tendências tecnológicas? E esse patrimônio se alinha com nosso valores primários e senso geral de propósito?

A resposta para todas essas questões com o LinkedIn é precisamente sim. Nós estamos em perseguição de uma missão comum centrada em empoderar pessoas e organizações. Junto com o novo crescimento e nossos negócios de Office 365 comercial e Dynamics, esse acordo é a primordial para nossa arrojada ambição de reinventar a produtividade e os processos de negócio. Pense a respeito: como pessoas encontram empregos, constroem perícias, vendem, comercializam e realizam seus trabalhos e em último caso encontram o sucesso requer um mundo profissional conectado. Isso requer uma rede vibrante que reúna a informação profissional na rede pública do LinkedIn com as informações do Office 365 e Dynamics. Essa combinação irá tornar isso possível para novas experiências como um fluxo de notícias do LinkedIn que oferece artigos baseados nos projetos que você está trabalhando e o Office sugerindo um especialista com quem se conectar através do LinkedIn para ajudar com a tarefa que você está tentando completar. Na medida em que essas experiências se tornam mais inteligentes e prazerosas, o engajamento entre e o LinkedIn e o Office 365 irá crescer. E, por sua vez, novas oportunidades serão criadas para monetização através de assinaturas individuais e por organização e publicidade focada.

Jeff e eu ambos acreditamos que nós temos uma oportunidade significativa de acelerar o crescimento do LinkedIn e o valor que isso traz para seus membros com a estrutura e a escala da Microsoft. De fato, quando Reid Hoffman, o fundador do LinkedIn, e eu falamos sobre a oportunidade para nós de nos unirmos, ele chamou isso de momento de “re-fundação” para o LinkedIn e uma oportunidade de alcançar a missão que a companhia estabeleceu há 13 anos atrás.

A oportunidade para o Office 365 e Dynamics e tão profunda quanto. Na última década nós movemos o Office de um conjunto de ferramentas de produtividade para um serviço de nuvem ao longo de qualquer plataforma e dispositivo. Esse acordo é o próximo passo adiante para o Office 365 e Dynamics na medida em que eles irão se conectar à maior e mais valiosa rede profissional do mundo. Em essência, nós podemos reinventar formas para tornar profissionais  mais produtivos enquanto ao mesmo tempo reinventamos os processos de venda, marketing e gerenciamento de talentos de negócios. Eu mal posso esperar para ver o que nossos times imaginam quando nós pudermos começar a trabalhar juntos uma vez que o acordo seja concluído, o que nós esperamos vá acontecer nesse ano.

Uma grande parte desse acordo é acelerar o crescimento do LinkedIn. Para esse fim, o LinkedIn irá reter sua marca distinta e independência, assim como sua cultura que é muito alinhada com a nossa. Jeff irá continuar a ser o CEO do LinkedIn, ele irá se reportar a mim e se juntar ao nosso time de líderes seniores. Em essência, o que eu pedi para Jeff é gerenciar o LinkedIn com métricas de performance essenciais que incrementem nosso sucesso de uma forma geral. Ele irá decidir a partir daí o que faz sentido integrar e o que não faz. Nós sabemos que a curto prazo não haverá nenhuma mudança em quem se reporta a quem, então nenhum relacionamento com a Microsoft irá mudar nesse sentido. Essa abordagem é designada para manter o time do LinkedIn focado em conduzir resultados enquanto simultaneamente se alia com os planos de integração de produto com os times do Office 365 e  Dynamics. Durante a integração, nós iremos selecionar projetos-chave onde nós queremos ir mais profundamente juntos que irão definitivamente resultar em novas experiências para os consumidores. Kurt DelBene irá liderar os esforços de integração geral na Microsoft em parceria próxima com Qi Lu e Scott Guthrie.

Eu estou no campus do LinkedIn hoje na Califórnia e irei conduzir uma chamada para os investidores às 8:45 a.m. PT com Jeff, Brad e Amy -€” por favor, junte-se se você puder. Em seguida, eu passarei o dia me encontrando com o time do LinkedIn. Amanhã, eu irei conduzir uma sessão especial de perguntas e respostas com funcionários da Microsoft – eu espero que você participe.

Até então, o que eu aprendi a respeito do time do LinkedIn, é sobre o tanto que nossas culturas compartilham muitos dos mesmos atributos. Ambos nos importamos profundamente sobre o crescimento coletivo e individual, e encontramos significado profundo no trabalho que nós fazemos para fazer uma diferença em nosso mundo. Juntos, nós podemos fazer exatamente isso.

Enquanto eu estou no norte da California compartilhando nossa visão para empoderar profissionais, o time do Xbox está no sul da Califórnia na E3 compartilhando nossa visão para empoderar jogadores. Eu encorajo você a conferir a conferência de imprensa da E3, que se inicia às 9:30 a.m. Pacific Time. (a conferência já aconteceu e você pode conferir nosso resumo de tudo que foi anunciado pela Microsoft)

Finalmente, se você não está no LinkedIn, junte-se agora e comece a usar e a aprender mais.

Satya

 
 
 
Fonte: Codigo Fonte

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar