Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

SNAPCHAT PASSA A EXIBIR ANÚNCIOS EM VÍDEO ENTRE AS HISTÓRIAS DOS SEUS AMIGOS

15/06/2016

Isso ia acontecer em algum momento. O Snapchat é um dos apps mais populares da atualidade – seus 150 milhões de usuários assistem a dez bilhões de vídeos por dia – mas as milhões de mensagens enviadas através dele não rendem um centavo sequer para a empresa. Você sabe o que isso significa: é hora de mostrar alguns anúncios entre uma história e outra.

A boa notícia: você pode pular os anúncios (por enquanto). A má notícia: os vídeos são exibidos com som e em tela cheia; e se você não tomar cuidado, pode acabar sendo enviado para outro anúncio ainda mais longo, ou então para o download de outro app.

Não só os anúncios estão vindo aí, como o Snapchat aparentemente quer que eles rapidamente encham a plataforma: a empresa adicionou uma API para anunciantes comprarem grandes campanhas de uma vez. O Snapchat diz que cinco vezes mais pessoas “interagem” com os seus anúncios do que em outras plataformas sociais.

O Facebook – cuja proposta para comprar o Snapchat por US$ 3 bilhões foi recusada – também está bastante interessado em anúncios em vídeo. Como eles deixam uma impressão mais forte no público, os anunciantes estão dispostos a pagar mais. E à medida que os usuários se acostumam a verem vídeos em seus feeds, os anúncios em vídeo ficam mais indolores.

O Snapchat tem anúncios desde 2014, porém eles eram bem mais discretos. A rede social firmou parcerias com sites grandes – National Geographic, ESPN, BuzzFeed – e também experimentou filtros patrocinados para as fotos, mas há muito mais dinheiro a se ganhar testando até onde vai a nossa paciência para ver anúncios.

Sim, o Snapchat prometeu que vai avaliar todos os anúncios para garantir que eles não sejam horríveis mas, como destacou o The Verge, já ouvimos isso antes do Instagram e não foi muito convincente. Uma apresentação vazada diz que o Snapchat faturou US$ 59 milhões ano passado, e pretende aumentar a receita para US$ 1 bilhão até o ano que vem. Imagina quantos anúncios são necessários para isso.

 
 
 
Fonte: Gizmodo

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar