Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

TEMPO DEDICADO À TV AINDA É MAIOR QUE À INTERNET

14/06/2016

Por conta da internet, o tempo que as pessoas dedicam a algum tipo de mídia é cada vez maior. Segundo a ZenithOptimedia, parte do grupo francês de propaganda Publicis, ler jornais e revistas, ouvir rádio, assistir TV, ir ao cinema ou navegar na rede consomem quase um terço de todo o tempo. Na média de 71 países, Brasil inclusive, os humanos usam 435 minutos por dia, 7 horas e 15 minutos, em alguma dessas atividades. 

Era menos há cinco anos, e vai seguir crescendo. De acordo com o segundo relatório anual com Previsões do Consumo de Mídia, da Zenith, divulgado nesta segunda, 13/6, em 2010 as pessoas dedicavam 403 minutos (6h e 43m) por dia a algum tipo de mídia. Em 2018, serão 448 minutos (7h e 28 m). Essencialmente por causa da internet. E dos dispositivos móveis. 

“O tempo que as pessoas ao redor do mundo dedicam a usar a internet móvel vai crescer 27,7% este ano, o que leva a um crescimento geral do consumo de mídia em 1,4%. Todas as outras mídias, inclusive a internet via desktop, estão em queda, de 3,4% no total”, diz o relatório da consultoria. Segundo as previsões, o consumo de cinema vai cair 0,5%, televisão 1,5%, rádio 2,4%, jornais 5,6% e revistas 6,7%. 

Mas o crescimento acelerado da internet ainda está longe de destronar a televisão. Na mesma média dos 71 países, enquanto a rede fica com 110 minutos diários (1h50), praticamente 3 horas por dia (2h57), 177 minutos, são dedicados à TV. “A televisão respondeu por 41% do consumo global de mídia em 2015, e esperamos que ainda represente 38% em 2018, quando a internet vai responder por 31%”, diz o relatório. 

A própria pesquisa faz uma ressalva: os dados se referem somente ao tempo despendido em cada mídia em sua forma tradicional. Ou seja, não considera quanto do tempo na internet fica com a leitura de jornais em formato digital, ou de olho em conteúdos audiovisuais televisivos, ainda que não estejam sendo apresentados em forma linear.

 
 
 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar