Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

PRÓXIMO FIREFOX PROMETE REVOLUCIONAR O NAVEGADOR

09/06/2016

A Mozilla lançou nessa semana a versão 47 do Firefox, mas é na versão 48 que já está em Beta que você deve ficar de olho: ela promete revolucionar o navegador.

A partir da versão 48 o Firefox trará um sistema batizado de Electrolysis (E10S), que permitirá usar mais de um processo simultaneamente. O problema é: todas as suas extensões poderão ser afetadas…

Com a mudança, a interface do usuário do navegador passa a rodar em um processo diferente do conteúdo dentro da aba. Com essa medida, há melhorias significativas na performance (ao duplicar o uso do processamento) e na segurança (ao isolar o que é trazido da web pelo navegador em um processo independente do programa em si). Infelizmente, extensões trabalham justamente abrindo pontes entre a interface e o conteúdo e isso pode ser problemático.

Para minimizar o impacto, a Mozilla pretende fazer uma cuidadosa transição gradual para o Firefox 48 quando chegar o momento: “aproximadamente 1% dos usuários disponíveis do Firefox serão atualizados para o E10S imediatamente. Esses 1% de usuários do lançamento deverão nos dar uma população similar àquela que nós temos no Beta, de forma que poderemos comparar as duas”, revelou Asa Dotzler, um dos engenheiros envolvidos no desenvolvimento da nova versão do navegador.

Depois dessa fase inicial, cerca de dez dias depois do lançamento, o Electrolysis receberá “uma nova rodada de feedback e análise relacionados com os usuários do lançamento com e sem o E10S ativado. Detectando que está tudo bem, nós iremos girar as manivelas de forma que todos os outros usuários disponíveis do Firefox sejam atualizados para o E10S nas semanas seguintes. Se nós esbarrarmos em problemas, nós podemos retardar a atualização, pausá-la ou mesmo desabilitar o E10S para aqueles que receberam”, revelou o desenvolvedor.

Dotzler conclui: “E10S é a maior mudança que já fizemos no Firefox e nós esperamos que vocês nos ajudem a passar por isso com o mínimo de surpresas possíveis”. De acordo com cálculos realizados, o Firefox 48 deverá consumir de 10 a 20% a mais de memória do que utiliza atualmente, mas a Mozilla enxerga esse acréscimo como um preço a ser pagar pelo ganho potencial de segurança e performance.

O maior impacto de sua chegada deverá ser em relação às extensões. No modelo de desenvolvimento atual, muitas extensões pressupõem que a UI e o conteúdo web estão utilizando o mesmo espaço de memória e isso irá mudar. A Mozilla está trabalhando junto aos principais desenvolvedores de extensões para viabilizar a compatibilidade. Até agora, sete das 12 extensões mais populares entre os usuários não estão funcionando com o Electrolysis.

O Firefox 48 deverá ser lançado oficialmente em 2 de Agosto, então o tempo está correndo para desenvolvedores de extensões. Com muitas delas abandonadas há meses ou anos por seus criadores, é bem possível que os usuários do navegador fecham o fim de algumas de suas extensões favoritas.

 
 
 
Fonte: Codigo Fonte

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar