Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

TEAMVIEWER CONFIRMA GRANDE QUANTIDADE DE PROBLEMAS DE SEGURANÇA COM USUÁRIOS

06/06/2016

Aconteceu ou não aconteceu uma falha de segurança no TeamViewer na semana passada? A empresa confirma grande número de casos de usuários violados através do programa, mas segue negando responsabilidade.

Um porta-voz da TeamViewer admitiu que o número de casos registrados é anormal e chegou a pedir desculpas pelas palavras fortes usadas pela empresa na semana passada.

Na quarta-feira, quando o site do serviço esteve fora do ar e uma grande quantidade de usuários alegou ter sido prejudicada por invasões através do programa de acesso remoto, a TeamViewer foi categórica: “a origem do problema, de acordo com nossa pesquisa, é o uso descuidado, não uma potencial brecha de segurança do lado do TeamViewer”.

Durante uma entrevista para o site Ars Technica, Axel Schmidt, representante da TeamViewer mudou o tom, mas não o conteúdo do discurso: “nós estamos profundamente consternados se nós ofendemos alguém com nossa escolha de palavras. É realmente importante compreender que o TeamViewer é uma ferramenta que precisa ser usada cuidadosamente e de forma extremamente inteligente”.

Ainda de acordo com Schmidt, o site foi derrubado por um DDoS, mas nenhum sistema interno do TeamViewer foi comprometido. Todos os casos investigados pela empresa seriam de usuários que utilizaram senhas repetidas no serviço e em outros serviços online que foram vazados, como o recente vazamento maciço do LinkedIn, que teria chegado a afetar até mesmo Mark Zuckerberg.

“Nós não estamos duvidando que contas de TeamViewer tenham sido abusadas”, esclareceu o porta-voz da empresa. “Apenas que não foi devido a uma fraqueza do TeamViewer (…) Nós temos razões para acreditar que foi por causa de reutilização de senhas. Obviamente, o que nós não estamos duvidando é que, sim, pessoas foram raspadas por criminosos online e suas contas bancárias esvaziadas, mas novamente isso não é uma vulnerabilidade do TeamViewer”.

 
 
 
Fonte: Codigo Fonte

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar