Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

APPLE PRETENDE DEIXAR PRÓXIMO REDESIGN DO IPHONE SÓ PARA 2017

02/06/2016

iphone 6 e caixa
 

Desde que a Apple lançou o iPhone 3G em 2008, ele entrou em um ciclo previsível de atualização de dois anos: primeiro um redesign, depois refinamentos. Agora, parece que esse ciclo vai ficar mais longo.

De acordo com o jornal Nikkei, a Apple entrou em um ciclo de atualização de três anos para o iPhone, demorando ainda mais para adotar novas tecnologias e um redesign. Por quê?

Muitos dos rumores sobre futuros iPhones sugerem que a versão deste ano não será um desvio tão grande do atual iPhone 6S: o próximo iPhone teria o mesmo design em metal que estreou originalmente há dois anos.

O iPhone 7 (nome oficial ainda a ser definido) teria um Smart Connector – pinos que transferem dados e energia para acessórios – além de um corpo mais fino e antenas reprojetadas. Ele também viria sem o conector de áudio de 3,5 mm. A Apple também pode lançar um iPhone Pro, que seria o foco do evento de hardware no terceiro trimestre.

As grandes mudanças – como um corpo todo em vidro, a segunda geração do 3D Touch e a primeira tela OLED em um iPhone – estão previstas para 2017, de acordo com rumores vindos de analistas e da cadeia de produção.

Não deveria ser uma surpresa que a Apple está modificando seus planos em relação ao iPhone. Por um lado, o iPhone SE rompeu o costume da empresa de lançar novos celulares em setembro. Além disso, a Apple está passando por uma desaceleração após quase uma década de crescimento nas vendas do iPhone.

No passado, os smartphones adicionavam novos recursos úteis na comparação ano a ano, como telas e câmeras melhores. Agora, novos conceitos estão entrando no terreno de realidade virtual e de smartphones modulares – como o LG G5, Project Ara e o sucessor do Moto X. Mesmo quando bem executadas, essas novas ideias simplesmente não atraem clientes da maneira que como, digamos, uma câmera vastamente melhor.

Parece também que a Apple está guardando suas principais novidades para o aniversário de dez anos do iPhone em 2017.

Os motivos para reduzir o ritmo dos iPhones vão muito além do hardware. A Apple sempre teve novos mercados para explorar – ela só lançou o iPhone na China em 2009. Mas agora esses mercados internacionais estão saturados com smartphones – incluindo a China, o que colocou um freio nos lucros potenciais da Apple.

Os EUA são um dos principais mercados da Apple, e por lá, as operadoras não embutem mais o preço do aparelho no contrato de voz e dados, dando um motivo a menos para comprar um novo iPhone de US$ 700 a cada dois anos. (A menos que o cliente esteja em um plano de atualização do iPhone, que ficará significativamente menos impressionante se a Apple realmente mudar o seu ciclo de atualização.)

O período de atualização estimado para smartphones agora é de 29 meses nos EUA, contra 24 meses em 2013-2014. Dado que os consumidores não querem comprar um novo celular a cada dois anos, a empresa poderia esticar o ciclo de atualização.

Smartphones em geral continuarão sendo bem importantes em nossas vidas. Parece que a Apple resolveu se dar mais tempo, em vez de prometer um salto grande a cada dois anos. Resta ver se isso vai mesmo funcionar.

 
 
 
Fonte: Gizmodo

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar