Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

ALIBABA É SUSPENSO DE GRUPO ANTIFALSIFICAÇÃO APÓS SER ACUSADO DE PROMOVER PIRATARIA

16/05/2016


Após um mês como membro da Coalizão Internacional Antifalsificações, grupo de gigantes do comércio que combate pirataria, o Alibaba Group foi suspenso por ser considerado um dos maiores promotores de vendas de bens falsificados. O conglomerado chinês é responsável por diversas redes de vendas na internet, incluindo o famoso AliExpress.com.

A suspensão do conglomerado chinês do órgão anti-pirataria se deu por causa da "preocupação" de outros membros. Logo quando o Alibaba foi aceito na união, dois participantes influentes deixaram a iniciativa, a fabricante de bolsas Gucci e o estilista nova-iorquino Michael Kors, que considera o grupo chinês o "adversário mais perigoso e prejudicial" para a coalizão.


Jack Ma, fundador do Alibaba Group

Além disso, Kors acusa o grupo chinês de não ter cuidado com os produtos vendidos em suas redes, permitindo que bens falsificados sejam comercializados. A Gucci, que pertence ao grupo francês Kering, no ano passado, entrou com um processo contra o Alibaba por causa da venda de produtos piratas.

A suspensão do grupo aconteceu uma semana antes do congresso de primavera da Coalizão Internacional Antifalsificações, onde o fundador da Alibaba, Jack Ma, iria palestrar sobre pirataria.
 
 
 
 
Fonte: Adrenaline

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar