Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

PRÓXIMOS IPHONES TERÃO FUNÇÕES ´QUE VOCÊ NÃO PODERÁ VIVER SEM´, DIZ TIM COOK

03/05/2016

Ontem durante uma entrevista para a rede estadunidense de televisão CNBC, o CEO da Apple, Tim Cook, falou sobre os futuros smartphones da empresa. Segundo Cook, a próxima geração de iPhones terá como um de seus objetivos fazer com que os donos de iPhone atualizem para o modelo mais novo.

"Nós temos grandes inovações no caminho, como novos iPhones que incentivarão você e outras pessoas que têm iPhones a atualizar para novos iPhones", disse. O CEO da empresa também afirmou que "nós te daremos coisas que você não conseguirá viver sem, que você nem sabe de que precisa hoje... Você vai olhar para trás e pensar ´como eu vivi sem isso?´".

Embora o comentário de Cook tenha sido vago, ele chega em um momento importante. A empresa recentemente divulgou a primeira queda em vendas de iPhones na história, o que lhe provocou uma desvalorização de mais de US$ 40 bilhões em um único dia. Após a divulgação, analistas de mercado criticaram a falta de inovação da empresa pelos resultados insatisfatórios.

Além disso, de acordo com o The Next Web, as alegações de Cook costumam ser confiáveis. Da última vez que ele falou sobre inovações futuras dessa forma, a Apple teve o seu melhor trimestre fiscal da história.

Atualização demorada

Segundo Cook, um dos motivos que levou a empresa a essa queda nas vendas de iPhone foi o fato de que os usuários de iPhone estão demorando mais tempo para migrar para modelos novos. Ele acredita que isso é causado por razões macroeconômicas, como a desvalorização da moeda chinesa diante do dólar, e que esses obstáculos afetam o mercado de smartphones como um todo.

O CEO da Apple também apontou para o fato de que, embora os resultados da empresa tenham ficado aquém do esperado pelos analistas, ela ainda teve mais de US$ 50 bilhões de receita e mais de US$ 10 bilhões de lucro no trimestre.

Outro ponto interessante levantado por Cook foi referente às aquisições da Apple. Segundo o CEO, a empresa dificilmente passa um mês sem adquirir outras empresas. "Nós adquirimos a cada três a quatro semanas em média. É raro um mês em que a gente não compre outra empresa. Nós em geral compramos pela tecnologia e por pessoas realmente ótimas", disse.
 
 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar