Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

PESQUISADORES DO MIT DESENVOLVEM SISTEMA QUE PODE ACABAR COM NECESSIDADE DE SENHAS WI-FI

01/04/2016

wi-fi-flickr

Sua conexão Wi-Fi pode saber exatamente onde você está. Engenheiros do MIT desenvolveram uma nova ferramenta que usa sinais wireless que permitem que a rede calcule sua localização com precisão de centímetros — e é tão preciso que pode erradicar as senhas de rede Wi-Fi.

A ferramenta, chamada Chronos e criada pelo laboratório de inteligência artificial e ciência da computação do MIT, usa informações de Time Of Flight (técnica que consiste em medir o tempo que leva para o sinal atingir determinado ponto) da rede sem fio para calcular a distância do roteador ao dispositivo (smartphone ou computador). Ela consegue esses dados ao passar por diferentes canais de frequência, calculando um tempo de locomoção de sinal em cada uma das distintas bandas. Então, a tecnologia combina esses resultados para chegar a distância mais provável entre o roteador e o usuário.

A equipe achou vários problemas a serem resolvidos ao desenvolver o sistema. O maior deles tem relação com o fato de o sinal Wi-Fi poder se perder. Isso significa que a técnica time-of-flight não necessariamente provê a distância real. Para superar isso, a equipe desenvolveu algoritmos para filtrar os sinais detectados e escolher o que tiver menor time of flight —  geralmente o que leva a um caminho direto.

Acabando com senhas Wi-Fi em locais fechados

O time de pesquisadores diz que a técnica é 20 vezes mais precisa que os sistemas existentes atualmente. Mas o que isso significa na prática?

Eles testaram a tecnologia em diferentes cenários. Houve testes em redes Wi-Fi convencionais em um apartamento e um café, com o objetivo de identificar a localização das pessoas apenas com a rede. A análise forneceu posições com precisão de até 25 cm, permitindo que os pesquisadores definissem quais consumidores estavam sentados dentro de um café e quais estavam foram com uma precisão de 97%.

Os pesquisadores também fizeram um teste mantendo uma distância constante entre um drone e seu piloto. Eles conseguiram que o drone ficasse a 1,35 metro do usuário com uma margem de erro de alguns centímetros.

O legal dessa tecnologia é que ela pode ser precisa o suficiente para remover a necessidade de senha Wi-Fi em ambientes fechados, como cafeterias. O roteador simplesmente detectaria se você está dentro de uma espaço físico determinado e daria acesso. Existe ainda a possibilidade de usar para detectar a presença de humanos em casa para sistemas inteligentes tomarem decisões.

“Imagine ter um sistema como este em casa, que pode continuamente adaptar a temperatura do ambiente dependendo do número de pessoas e onde elas estão”, explicou Dina Katabi, que faz parte da equipe.

Com essas aplicações, devemos nos esquecer dos potenciais problemas de ser monitorado enquanto usamos uma rede Wi-Fi pública, é claro. Mas se você é paranoico a esse ponto, provavelmente não usaria a rede de uma cafeteria, né?
 
 
 
Fonte: Gizmodo

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar