Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

DISCOS DE VINIL GERARAM MAIS RECEITA QUE STREAMING GRATUITO NOS EUA EM 2015

28/03/2016

Segundo informações publicadas nesta semana pela Recording Industry Association of America (RIAA, associção da indústria fonográfica dos EUA), a receita gerada por discos de vinil em 2015 foi superior à gerada por serviços gratuitos de streaming no país.

No total, a venda de LPs, EPs e singles em vinil gerou US$ 422,3 milhões em receita; os serviços gratuitos de streaming (como a versão não-paga do Spotify, Youtube, Vevo, Soundcloud e outros), por sua vez, geraram um total de US$ 385,1 milhões. A renda gerada pelos discos foi, portanto, 9,6% superior.

Os dois mercados citados acima mostraram considerável crescimento ano-a-ano. De acordo com a RIAA, a receita gerada por serviços gratuitos de streaming cresceu 30,6% na comparação com 2014, enquanto que o mercado de discos de vinil cresceu 32% comparado àquele ano.

Esses dados são relevantes para gravadoras e artistas interessados em explorar esse mercado. Embora as plataformas gratuitas tenham alcance maior e possam ajudar a divulgar seus trabalhos, os discos de vinil parecem ter maior potencial para gerar renda.

Os serviços pagos de streaming, por outro lado, continuam sendo uma das principais fontes de receita do mercado musical atualmente. Segundo os dados, os EUA têm um total de 10,8 milhões de assinantes de tais serviços (como Spotify Premium, Tidal e Apple Music), que geraram uma receita total de cerca de US$ 1,2 bilhões.
 
 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar