Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

BANCO MÓVEL: ATAQUES POR MALWARE AUMENTAM E FICAM MAIS SOFISTICADOS

11/03/2016

Os trojans direcionados para o Banco Móvel estão se tornando cada vez mais complexos, apesar do menor número de modificações encontradas. Os mecanismos usados por esses aplicativos maliciosos continuam os mesmos: depois de entrar no sistema/dispositivo da vítima, ele sobrepõe páginas legítimas do banco ou aplicativos de pagamento online por páginas falsas. No entanto, a escala de utilização desse malware cresceu significativamente em 2015, revela estudo elaborado pelo grupo de pesquisa antimalware da Kaspersky Lab.

De acordo com o relatório, agora, os cibercriminosos conseguem atacar clientes de dezenas de bancos, localizados em países diferentes, usando o mesmo malware. Até pouco tempo atrás, cada aplicativo malicioso conseguia afetar apenas uma ou duas organizações financeiras e em alguns países. Um exemplo de aplicativo malicioso com vários alvos é o trojan Acecard, que conta com ferramentas para atacar usuários de dezenas de bancos e serviços Internet.

“Conforme os dispositivos móveis se tornam cada vez mais práticos, os cibercriminosos desenvolveram ataques mais sofisticados para tentar roubar o dinheiro dos usuários. O ano de 2015 foi marcado por trojans direcionados ao Mobile Banking e do ransomware. O adware foi bastante usado para infectar dispositivos com programas maliciosos mais avançados. Também observamos um interesse crescente em malware capazes de obter acesso de administrador nos dispositivos das vítimas. Para ficar seguro, não deixe de usar uma solução antimalware para dispositivos móveis de confiança. Lembre-se de que é melhor prevenir a ameaça do que lidar com os prejuízos após uma infecção”, adverte Fabio Assolini, analista sênior de malware da Kaspersky Lab no Brasil.

Segundo ainda o estudo, o volume de malware criados para usuários de dispositivos móveis aumentou mais de três vezes em 2015, em comparação com 2014. No ano passado, as principais ameaças foram os ransomware, programas maliciosos capazes de obter dados ilimitados nos dispositivos infectados, além dos ladrões de informações – como os trojans financeiros. Essas foram as principais conclusões do relatório anual Mobile Virusology, elaborado pelo grupo de pesquisa antimalware da Kaspersky Lab.

Os dados da pesquisa revelam que no período de 2014 a 2015, passaram a existir três vezes mais programas maliciosos, aumentando de 295.539 para 884.774. A quantidade de ataques de ransomware em dispositivos móveis cresceu cinco vezes em relação ao ano anterior, passando de 18.478 para 94,344. Por fim, o número de novos trojans para Internet Banking em dispositivos móveis sofreu uma queda, indo de 16.586 para 7.030 no referido período. Para saber mais sobre a evolução do malware para dispositivos móveis em 2015, leia o post no completo no Securelist.com.
 
 
 
 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar