Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

NOVA AI DO GOOGLE PODE DIZER ONDE VOCÊ TIROU UMA FOTO SEM USAR GEOTAGS

29/02/2016

Caso você ainda não tenha reparado que o Google é um stalker assustador, as ferramentas de AI (inteligência artificial) estão rapidamente ultrapassando todos os limites de forma ainda mais estranha. A última sobre o assunto diz respeito ao PlaNet, um máquina de deep-learning especializada em descobrir onde uma foto foi tirada — baseada apenas em pixels.

O MIT Tech Review publicou uma matéria sobre a nova iniciativa liderada por Tobias Weyand, um especialista em visão computacional do Google. Ele criou um sistema que ao ver uma foto consegue descobrir em que parte do mundo foi tirada. O sistema foi alimentado por mais de 90 milhões de imagens com geotag (tag de localização geográfica) tiradas em várias partes do mundo e foi treinado para treinar padrões baseado na localização.

Em um teste rodando 2,3 milhões de imagens com geotag, o PlaNet determinou com precisão o país de origem de 28,4% das imagens, e o continente em 48% dos casos.

Esses dados podem não parecer impressionantes de primeira, porém, como o MIT Tech Review observa, o PlaNet já está funcionando melhor que humanos, cujos cérebros frágeis muitas vezes não conseguem perceber pistas ecológicas ou culturais. Com mais treino, o PlaNet tem potencial de ficar ainda melhor.

“Achamos que o PlaNet tem uma vantagem sobre as pessoas, pois já viu muito mais lugares que um humano já poderia ter visitado e aprendeu nuances de diferentes cenas, que são dificilmente reconhecidas mesmo por humanos que viajaram bastante”, disse Weyand ao MIT Tech Review.

Para provar que seu sistema era superior aos humanos, Weyand promoveu um desafio com dez pessoas viajadas e o PlaNet no jogo GeoGuessr.com. O game mostra imagens do Street View e você deve estimar em um mapa onde as fotos foram tiradas.

“No total, o PlaNet ganhou 20 de 50 partidas com uma média de erro de 1.1231,7 km, enquanto a média de erro de localização dos humanos era de 2.320,75 km”, disse Weyand. “Este experimento em escala pequena mostra que o PlaNet alcança um desempenho muito melhor que os humanos na tarefa de acertar a localização de determinadas imagens.”

Se você é daqueles fotógrafos que às vezes esquece de acionar o geotagueamento de suas fotos, o PlaNet pode ser um grande companheiro no futuro. Se você ainda se preocupa que o Google vê todos os seus movimentos, esta pode ser uma boa hora para evitar quaisquer tipos de câmeras fotográficas.

 
 
 
Fonte: Gizmodo

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar