Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

ESTA BATERIA RESIDENCIAL É ÚTIL ATÉ PARA QUEM NÃO GERA ENERGIA SOLAR EM CASA

26/02/2016

Orison (1)
 
 

No ano passado, a Tesla anunciou uma bateria para casas e empresas chamada Powerwall, que armazena a energia de painéis solares. No entanto, elas ainda são difíceis de comprar.

Felizmente, alternativas estão lentamente aparecendo no mercado, e a Orison é uma delas. Tivemos a oportunidade de ver o dispositivo na feira Mobile World Congress, e ficamos impressionados com algumas de suas ideias bem espertas.

A bateria residencial da Orison vem em dois modelos. Um deles é um dispositivo tradicional montado na parede, semelhante ao Powerwall de Tesla. O outro é uma torre estilizada que se assemelha a um alto-falante Hi-fi caro.

Os dois formatos incluem uma bateria de 2,2 kWh com um fluxo constante de 1,8 kWh. Isso é suficiente para alimentar um ar-condicionado, um laptop e um televisor durante seis horas, bem como uma geladeira durante 24 horas por dia. Uma ferramenta on-line simples ajuda você descobrir quantas baterias será necessário instalar em casa para atender às suas necessidades:

Orison (1)

A bateria permite que casas com painéis solares usem energia a qualquer momento, não apenas quando há sol. Além disso, se cair a luz, ela fornece energia para sua casa.

E o grande destaque da Orison é que ela se conecta a um sistema na nuvem para descobrir qual é a melhor hora do dia para recarregar. Isso pode ser útil mesmo em residências que não geram energia solar.

As baterias consomem energia da rede elétrica somente quando o preço do kWh é mais barato. Assim, elas armazenam energia para usar nos horários de pico (quando o preço é mais alto). O processo é completamente automático. Claro, você pode fazê-las carregar a qualquer momento.

Um app permite aos usuários verificar quanto dinheiro foi economizado, e ver as estatísticas gerais de uso do dispositivo.

No Brasil, a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) vem estudando implementar tarifas diferentes de acordo com o horário do dia, algo chamado de “tarifa branca“. A proposta é discutida desde 2011, mas ainda não saiu do papel.

Orison (2)

A base da torre.

As baterias da Orison não precisam de instalação por parte de um técnico, ao contrário da Tesla Powerwall. Basta escolher um local para colocá-la, ligar o dispositivo e pronto.

A empresa oferece uma garantia de dez anos ou 5.000 ciclos de recarga, e diz que todas as baterias terão certificado UL, entidade que garante a segurança de dispositivos elétricos.

Além disso, a Orison tem alguns truques interessantes. A versão montada na parede tem retroiluminação LED personalizável. Enquanto isso, a torre tem um alto-falante Bluetooth integrado e cinco portas USB 1,5W prontas para carregar seus gadgets.

Orison (3)

Uma ressalva: as baterias Orison não são baratas. A versão de parede será vendida por US$ 1.600, e a versão em torre custará US$ 1.950.

Elas foram lançadas como um projeto de Kickstarter no início deste mês, e já arrecadaram mais de US$ 250.000. Se você apoiar a campanha de crowdfunding, pode fazer uma pré-encomenda a preços menores.

As primeiras unidades devem ser enviadas para os apoiadores do projeto em agosto. A Orison promete entregar as baterias para qualquer lugar do mundo, inclusive para o Brasil.

No país, pouco mais de 400 residências instalaram painéis solares, mas isso pode mudar. A Aneel aprovou no ano passado uma resolução permitindo que consumidores instalem pequenos geradores – painéis solares ou microturbinas eólicas – e vendam energia para a distribuidora local, reduzindo o valor de sua fatura mensal. As novas regras começam a valer em 1º de março.

Orison (4)

 
 
 
Fonte: Gizmodo

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar