Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

FIM DE UMA ERA: FOTOLOG CESSA SUAS ATIVIDADES

11/01/2016

Há dez anos atrás, quem publicava suas fotos na Internet não publicava nem no Facebook, nem no Instagram. Quem mandava na web era o Fotolog, criado em Nova York em 2002, mas que floresceu em terras brasileiras.

No início desse ano, sem aviso ou mesmo sem ser notado, o serviço cessou suas atividades e saiu do ar levando embora todas as fotos armazenadas ao longo de 14 anos.

Apesar do seu sucesso avassalador na estreia, o serviço não resistiu à ação do tempo e à concorrência de redes sociais mais complexas e baratas, como o Instagram e o Facebook. Nas regras do Fotolog, cada usuário só podia publicar uma foto por dia e receber um número limitado de comentários. Para desbloquear essas limitações, era preciso pagar por uma conta ilimitada. Com outras redes sem restrições surgindo, a popularidade desapareceu.

Em 2007, o Fotolog foi vendido para o grupo publicitário Hi-Media, que pretendia monetizar as operações. Na época, o site alardeava ser um dos 20 endereços mais visitados em todo mundo e foi vendido por cerca de 90 milhões de dólares, uma pechincha perto do um bilhão de dólares que o Facebook pagaria pelo Instagram cinco anos mais tarde.

Recentemente, a identidade do verdadeiro dono do Fotolog era um mistério. O site deixou de receber atualizações em 2008, mas continuou ativo. Usuários tentaram entrar em contato com a administração em casos de perda de senha ou para solicitar remoção de conteúdo, mas os pedidos não eram atendidos. O Fotolog se tornou um campeão de reclamações em serviços de defesa do consumidor.

A Hi-Media sustenta que um empresário assumiu 51% das ações do Fotolog e se tornou o proprietário principal. Uma exaustiva investigação da BBC Brasil descobriu que o empresário francês Sven Lung era o atual acionista majoritário. Mas as pesquisas se encerraram nesse ponto e nem a Hi-Media nem Lung assumiram a responsabilidade pelo controle do domínio.

Agora, em 2016, a novela termina e se encerra mais um capítulo na grande História da Internet nacional. O Fotolog pode nunca ter possuído raízes no país, mas marcou sua época e o coração de muitos brasileiros.

 
 
 
Fonte: Codigo Fonte

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar