Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

REDE DE ANONIMATO TOR PEDE SUA AJUDA PARA CONTINUAR NA ATIVA

26/11/2015

tor project logo

A rede Tor é conhecida por prometer navegação anônima na internet, redirecionando seu tráfego na web através de diversos computadores para que não consigam rastreá-lo de volta até você. A equipe por trás do Tor está pedindo sua ajuda para continuar na ativa.

>>> Tor: a internet anônima é o que você realmente precisa?
>>> A dark web acaba de se tornar um pouco mais segura

O Tor Project recebe dinheiro de várias fontes, como o Reddit, o Ministério das Relações Exteriores da Alemanha e um provedor de internet nos EUA. No entanto, cerca de 80% a 90% da receita vêm do governo americano, através da National Science Foundation e do Escritório de Democracia, Direitos Humanos e Trabalho.

Para reduzir essa dependência do governo americano, o Tor Project está pedindo doações ao público:

tor e doacoes

Eles publicaram um texto de Laura Poitras, diretora do documentário Citizenfour, que ganhou o Oscar de melhor documentário. O filme descreve o encontro de Poitras com Edward Snowden e suas revelações sobre a espionagem dos EUA.

A diretora lembra que “sem o Tor e outras ferramentas de software livre, eu não teria sido capaz de cobrir o assunto, e a história não teria sido revelada”. Ela também usou ferramentas como Truecrypt, Tails e GPG (GNU Privacy Guard).

O relacionamento entre Tor e o governo americano é complicado. A NSA já tentou invadi-lo, por exemplo. No ano passado, a equipe do projeto acusou a Universidade Carnegie Mellon de quebrar o anonimato de alguns usuários na rede. Este mês, eles disseram que a universidade recebeu US$ 1 milhão do FBI para fazer isso.

A Carnegie Mellon emitiu um comunicado vago, dizendo que “cumpre as regras da lei, obedece a intimações emitidas de forma lícita, e não recebe nenhum financiamento para cumpri-las”. Ela não comprometeu o Tor, ou fez isso sem receber dinheiro? Jamais saberemos.

Mais de 4.300 pessoas já fizeram doações para o Tor, e você também pode ajudar com quanto quiser através do PayPal ou com Bitcoins.

 
 
Fonte: Gizmodo

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar