Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

NEXTEL: É HORA DE AS TELES APRENDEREM A COMPARTILHAR MAIS ATIVOS

17/11/2015

O presidente da Nextel Brasil, Francisco Wallim, lembrou que as empresas mais valiosas do momento não têm nenhum ativo, como o Uber, o WhatsApp e outras. "Compartilhar é reduzir custo e investir em serviço", pontuou.

Ao participar do VIII Seminário TelComp, que aconteceu nesta segunda-feira, 16/11, em São Paulo, o presidente da Nextel Brasil sustentou que as operadoras no Brasil precisam rever suas estratégias e apostar mais no compartilhamento. "Essa questão de ter a rede como um ativo não tem mais sentidos. As empresas mais valiosas não têm ativos como o Uber e o Airbnb", afirmou o executivo.

Segundo Wallim, essa é hora de aprender a compartilhar. "São mais de 1000 cidades do Brasil com uma qualidade ruim de serviço móvel. Se houvesse o compartilhamento, a possibilidade de serviços melhores seria muito maior", acrescentou. O presidente da Nextel Brasil deu como exemplo as MVNOs.

Nos Estados Unidos, frisou, há milhares delas e com sucesso de receita. No Brasil, há duas MVNOs, sendo uma de conotação religiosa, o que mostra que não deu certo", destacou. Para o presidente da Nextel Brasil - que está com 4% do mercado móvel - o consumidor está com maior capacidade de decisão e a grande disputa virá do serviço e não do ativo de rede", completou.

 
 
 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar