Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

OS DETALHES DO TAG HEUER CONNECTED, RELÓGIO LUXUOSO DE US$ 1.500 COM ANDROID WEAR

10/11/2015

Tag Heuer Connected (1)

Após meses de rumores, foi enfim revelado o primeiro smartwatch de luxo com Android Wear: o Tag Heuer Connected custa US$ 1.500 e é a resposta do Google para versões mais caras do Apple Watch.

Este é o primeiro relógio com Android Wear a quebrar a barreira dos US$ 1.000. Na verdade, ele custa quase o dobro do preço do segundo relógio mais caro com Android Wear – mas ainda é uma pechincha se comparado ao Apple Watch de US$ 10.000, por exemplo.

Ele também é o primeiro Android Wear a usar um processador da Intel (Z34XX), e muitos mais virão. Além disso, o Connected é o primeiro smartwatch moderno feito por uma empresa tradicional de relógios, então seria de esperar que ele fosse bonito. E é mesmo! Ele é inspirado no clássico Tag Heuer Carrera.

Aqui, você está pagando pela marca e por sua promessa de design luxuoso e superior. Descontando o design suíço, você tem aqui a mesma tecnologia de um Moto 360, que custa bem menos. É algo semelhante ao Apple Watch: a funcionalidade é a mesma em qualquer nível de preço, mas ele custa entre US$ 350 e US$ 17.000 dependendo dos materiais (alumínio, aço inoxidável ou ouro).

Tag Heuer Connected (6)

O CEO da Tag Heuer, Jean-Claude Biver, disse no evento de lançamento que o relógio não será identificado como “Swiss Made”, e sim “Swiss Engineered”, porque a Suíça não faz processadores para wearables.

Mas o design é claramente inspirado. Ele é feito de titânio grau 2, por isso dá uma sensação incrivelmente sólida, e sua tela com 46 mm de diâmetro o torna um dos maiores relógios no mercado, mas não um dos mais pesados. Ele é incrivelmente leve devido à sua construção de titânio.

A tela usa um display LCD enorme de 1,5 polegada, e por ser transflexivo, ele promete funcionar bem sob muita ou pouca iluminação. Eu não pude sair e testar isto sem possivelmente ser abordado por um segurança, mas já vimos esta tecnologia em smartwatches como o Sony SmartWatch 3, por isso ela provavelmente funciona bem.

Tag Heuer Connected (3)

O Google adicionou algumas personalizações para a Tag Heuer. Na gaveta de apps, o fundo é cinza escuro em vez de branco, para combinar melhor com o corpo cinza-titânio do relógio.

Ele também tem faces personalizáveis de relógio ​​que exibem um ícone quando chegam notificações, em vez de exibi-las na parte inferior da tela – isso ajuda a aproximar o Connected de um relógio, em vez de um computador. Há também um app companion especificamente para o relógio, que mantém os usuários atualizados sobre novas watchfaces e outras novidades.

Fora isso, o Android Wear permanece imaculado. Deslize para cima e acesse configurações rápidas, deslize para baixo e veja os diferentes cards do Android Wear, deslize para a esquerda e acesse a gaveta de apps. O botão na lateral permite voltar à face do relógio.

Tag Heuer Connected (4)

Ele se conecta via Bluetooth a dispositivos Android ou, de forma mais limitada, a iPhones – o Google diz que mais recursos estão a caminho. Há também suporte a Wi-Fi, para que você não dependa sempre do smartphone para receber notificações. Aliás, você só receberá alertas através de vibração, pois não há um alto-falante aqui.

A Tag Heuer promete 30 horas de autonomia. Para carregar a bateria, é preciso usar uma base USB.

Tag Heuer Connected (7)

Se você já está considerando um relógio de US$ 1.500 – inteligente ou não – isto provavelmente significa que você tem muito dinheiro para gastar. Ainda assim, talvez pareça uma ideia doida torrar tanto dinheiro em algo que se tornará obsoleto, e a Tag Heuer sabe disso.

Assim, ela oferece aos compradores um acordo. Quando acabar a garantia de dois anos para o relógio Connected, você pode gastar mais US$ 1.500 e obter um relógio mecânico tradicional. Então, se você preferir usar um relógio bonito em vez de um “smartwatch” que pode sofrer morte cerebral em 2018, a Tag Heuer dá uma escapatória (mesmo que cara).

Tag Heuer Connected (5)

A empresa oferece várias cores de pulseira, incluindo preto, branco, azul, verde, amarelo, laranja e vermelho. As pulseiras usam um fecho que se prende e solta por pressão, e são feitas de borracha resistente, que não é tão confortável quanto couro genuíno. Pelo menos, elas podem ser usadas mais tranquilamente sob umidade – o relógio é resistente IP67 à água.

Biver exclamou várias vezes durante a inauguração que o relógio Tag Heuer Connected foi o casamento do Vale do Silício com o Vale do Relógio – a área entre Genebra e Basel onde fica boa parte das fabricantes de relógio suíças.

Isso possa ser verdade, mas essa união de hardware não soluciona todos os problemas que vêm com smartwatches. Se você não gostou do Android Wear antes, a Tag Heuer não vai conquistar você no quesito software; e se você está começando no mundo dos smartwatches, há opções muito mais baratas que realmente fazem mais – com monitor cardíaco, por exemplo.

Tag Heuer Connected (2)

No entanto, como lembra a Bloomberg, é importante que a Tag Heuer seja a primeira fabricante tradicional de relógios a apostar em smartwatches de verdade. Nos anos 80, a indústria de relógios suíços sofreu um baque depois que relógios japoneses – e baratos – de quartzo inundaram o mercado. Foi Biver quem apostou em dispositivos de luxo, salvando a indústria da extinção. Talvez eles consigam realmente competir com a Apple e outras fabricantes nesse front.

Se você está procurando algo luxuoso, inteligente e feito por uma empresa de relógios, agora há uma opção. Ele está disponível em boutiques da Tag Heuer e lojas selecionadas de Nova York e outras cidades dos EUA e Canadá, e será lançado internacionalmente em dezembro.

Especificações – TAG Heuer Connected

Sistema operacional: Android Wear 1.3 (compatível com Android 4.3+ e iOS 8.2+)
Processador: Intel Atom Z34XX (1,6 GHz)
Tela: LCD transflexiva de 46 milímetros com cristal de safira, 360×360 pixels, 240 ppi
Memória: 1 GB
Armazenamento: 4GB
Bateria: 410 mAh, 30 horas de autonomia em média, sem carregamento wireless
Espessura: 12,8 mm
Peso: 52 g
Sensores: giroscópio, detector de inclinação, microfone, motor de vibração
Wi-Fi: Sim
Impermeável: não, mas resistente IP67 à água

Extras notáveis: após dois anos de garantia, você pode adquirir um novo relógio mecânico por US$ 1.500
 
 
 
Fonte: Gizmodo

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar