Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

XIAOMI PERMITE TROCA DO ´CÉREBRO´ DE SUA NOVA SMART TV 4K

20/10/2015

A Xiaomi continua expandindo seus negócios. Nesta segunda-feira, 19, a empresa revelou um novo conceito de TV por US$ 800. A Mi TV 3, com tela 4K de 60 polegadas é um modelo que permite o upgrade, dificultando a obsolescência programada. Ela permite trocar os componentes que tornam a TV “smart”. 

Um dos problemas das Smart TVs, é que elas têm um componente além do painel, que traz poder computacional para o dispositivo. Com o tempo, este hardware vai envelhecendo e ficando ultrapassado, incentivando o usuário a trocar toda a televisão. No caso desta nova TV da Xiaomi, a parte “smart” da TV fica separada do painel, permitindo a troca com mais facilidade e menos custo. 

Segundo a Xiaomi, a placa-mãe de uma TV causa 20% de seu custo total, e é também a parte que os consumidores precisam trocar frequentemente. Ao colocá-la em um dispositivo separado, a empresa prevê que a troca se tornaria mais fácil e mais barata, dando ao usuário a opção de manter seu display de alta qualidade por um longo tempo. 

Isso é feito pela Mi TV Bar, que é uma barra que também opera como um alto-falante para o televisor. Ela foi feita para ser usada com a Mi TV 3, mas pode ser adquirida à parte para colocar um pouco de “cérebro” em outras TVs e até mesmo projetores. Por dentro, ele conta com 2 GB de memória RAM, 8 GB de armazenamento interno e um processador MStar 6A928. Ele roda o sistema MIUI TV, que é a adaptação da Android TV feita pela Xiaomi. 

O aparelho é, portanto, um competidor direto de set-top boxes como a Apple TV, com o diferencial de já vir na embalagem de uma TV 4K de 60 polegadas, e também operar como speakers de alta capacidade. Comprá-lo à parte, no entanto, não é mais vantajoso do que uma Apple TV ou algum outro produto similar, já que os preços estão muito próximos. Para comparação, a Mi TV Bar custa cerca de US$ 150, o mesmo preço de uma Apple TV e mais caro do que a Amazon 4K Fire TV, que sai por apenas US$ 100.

 
 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar