Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

FUNÇÃO ´OK GOOGLE´ EM NAVEGADORES DE DESKTOP SERÁ REMOVIDA PORQUE ´NINGUÉM USA´

19/10/2015

 
 
 

Os usuários que estão acostumados com a facilidade de fazer pesquisas por voz em seu desktop podem dar adeus a esse recurso. A Google vai remover do Chrome a capacidade de ativar a busca por voz de um PC apenas dizendo "Ok, Google". Segundo a empresa "de qualquer forma ninguém iria usar esse recurso".

Agora, quem atualizar para a última versão do navegador terá que clicar com o mouse apara abrir o endereço "Google.com" e clicar no ícone do microfone para assim ativar a busca por voz. A remoção dessa facilidade chega junto com a atualização do navegador o Chrome V.46 (para Windows, Mas OS X e Linux). O navegador traz também alguns recursos mais potentes em relação à segurança na web.

O Chrome é o navegador mais acessado nos Estados Unidos (e talvez o mais usado no mundo) por ter um sistema de funções integradas. Mas ao mesmo tempo que isso é uma vantagem, também recebe muitas críticas de usuários que alegam que o serviço consome muita memória RAM e acaba esgotando mais rápido a bateria de um notebook. Levando em consideração as críticas, parece que a Google está tentando tornar seu navegador e o sistema de buscas um pouco mais simples.

Além disso, alguns críticos da Gigante de buscas também alegam que o comando de voz "Ok, Google" poderia estar "vigiando as conversas do usuário", uma vez que o reconhecimento de voz fica sempre ativado no navegador. Mas apesar de retirar a função de desktops, a empresa ainda pode deixar o recurso como uma extensão do Chrome, no qual usuário podem ter a opção de instalar ou ignorar.

Na semana passada a Google anunciou que iria remover a Central de Notificações integrada ao Chrome nas próximas versões do navegador. O recurso tem a proposta de agregar todas as notificações em um lugar só, mas foi sendo deixado de lado por usuários e desenvolvedores. A previsão é de que a função seja desabilitada no Windows, Mac OS e Linux e que no lugar da ferramenta os usuários utilizem softwares alternativos.
 
 
 
Fonte: Adrenaline

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar